Metalúrgicos (AM) querem compensar perdas salariais

O Sindicato dos Metal£rgicos do Estado do Amazonas fecha os primeiros acordos de antecipa‡Æo salarial de 10% por conta da data-base em 1§de agosto com as ind£strias Thomson, Moto Honda, Yamaha e Showa do Brasil.

De acordo com o presidente do Sindicato Agostinho Correa, o objetivo da proposta ‚ compensar as perdas salariais cumulativas agravadas com aumento do sal rio m¡nimo.

Ele informou que o documento foi encaminhado …s ind£strias e ao sindicato patronal desde o dia 31 de mar‡o, ap¢s verifica‡Æo da infla‡Æo calculada de 14,03% durante o per¡odo de agosto de 2002 a fevereiro de 2003.

Correa disse, ainda, que a categoria rejeitou a resposta do Sindicato Patronal de repassar 8% de antecipa‡Æo, divididos em 4% em abril e 4% em junho beneficiando somente trabalhadores que ganham at‚ R$ 2,5 mil e para sal rios acima desse teto, repasse fixo de R$ 200.

O presidente do Sindicato dos Metal£rgicos nÆo descartou mobiliza‡äes e salientou que vai continuar realizando visita‡äes individuais …s f bricas enquanto o sindicato patronal se re£ne para decidir sobre o assunto.

O dirigente fechou reajuste com a Thomson em 7%; Moto Honda e Showa em valor integral de 10% e acrescentou que o bom senso dos patronais deve prevalecer j  que os £ltimos levantamentos realizados pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estudos Socioecon“mico), informam que para suprir as necessidades b sicas de moradia, sa£de alimenta‡Æo de uma fam¡lia de quatro pessoas necessita de renda m¡nima mensal de R$ 1,2 mil. “Antes do sal rio m¡nimo aumentar para R$ 240, esse valor era o menor teto da categoria pago aos trabalhadores nas f bricas pequenas e essa diferen‡a deve ser mantida”, finalizou.