Programa Estrada para a Saúde - Motos realizado pela CCT NovaDutra no último dia 17

Metas são atingidas no Programa Estrada para a Saúde

O Programa Estrada para a Saúde – Motos, realizado pela CCR Nova Dutra na última quarta-feira (17), na cidade de Nova Iguaçu (RJ), envolveu 214 motociclistas que utilizam a Via Dutra. A ação educativa aconteceu na altura do km 177, em frente à Casa de Shows Rio-Sampa.

Programa Estrada para a Saúde - Motos realizado pela CCR NovaDutra no último dia 17

Programa Estrada para a Saúde - Motos realizado pela CCR NovaDutra no último dia 17

Segundo Carla Fornasaro, responsável pelo evento, esse tipo de ação visa esclarecer e conscientizar os motociclistas sobre os riscos de conduzir motocicletas em rodovias. “Apesar de todos os nossos esforços com melhorias das pistas, aprimoramento da sinalização e campanhas educativas, é grande o volume de acidentes com motos”, comentou Fornasaro.

O programa Estrada para a Saúde visa contribuir com a mudança dessa situação oferecendo dicas de segurança e de saúde aos motociclistas. Durante o evento foram realizadas exibições de vídeos e palestras com dicas de direção segura ministradas por Inspetores da Polícia Rodoviária Federal, colaboradores da CCR NovaDutra e instrutores da Yamaha, que salientaram os tipos de acidentes mais comuns  envolvendo os  motociclistas. A saúde também foi foco do evento. Para avaliar as condições dos motociclistas participantes, foram realizados exames de colesterol, diabetes e aferição da pressão arterial, por uma equipe médica do SOS Usuários da CCR NovaDutra e alunos do curso de enfermagem, da Escola Técnica Real Prognóstico (Belford Roxo).

A ação também contou com um check-up oferecido por uma equipe de mecânicos da Yamaha do Brasil, que verificou as condições de uso das motocicletas – avaliação de motor, embreagem, acelerador, freios e pneus. A equipe orientou os usuários sobre a importância da verificação e manutenção periódica dos equipamentos.

De acordo com os dados da CCR NovaDutra, em 2012 ocorreram 161 acidentes com motos no trecho da Baixada Fluminense da Via Dutra, o que representa um aumento de 3% quando comparado com a quantidade de acidentes envolvendo motocicletas, no mesmo trecho da rodovia, no ano de 2011.