Foto: Brasileiro de Mototocross vai a Santa Luzia,MG

MG em contagem regressiva para o Brasileiro

Foto: Brasileiro de Mototocross vai a Santa Luzia,MG

Foto: Brasileiro de Mototocross vai a Santa Luzia,MG

Cidade de Santa Luzia recebe a sexta etapa da competi‡Æo de motocross nos dias 2 e 3 de setembro; Evento ter  clima decisivo e ¡dolo regional na pista

O estado de Minas Gerais est  em contagem regressiva para sediar a sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross. As corridas estÆo marcadas para os dias 2 e 3 de setembro no circuito Mega Space, em Santa Luzia, na Grande Belo Horizonte. Por ser uma das etapas finais da competi‡Æo, cujo circuito inclui oito provas no total, a expectativa ‚ de que o clima seja decisivo em solo mineiro. E o p£blico ainda poder  torcer por um ¡dolo da regiÆo, que ‚ um dos favoritos ao t¡tulo da categoria principal, a MX1: Ant“nio Jorge Balbi J£nior, piloto que disputa simultaneamente o campeonato norte-americano da modalidade.

Minas Gerais fez parte do Brasileiro at‚ 2001 e, no ano passado, voltou a sediar uma etapa. Tamb‚m haver  disputas nas categorias MX2, MX3, 85 cilindrada! s e 65cc. De acordo com Marcus Oliveira, diretor de prova da Confedera‡Æo Brasileira de Motociclismo, o esporte tem muitos admiradores em Minas Gerais. “O p£blico ‚ apaixonado pelo motocross. Mesmo com um tempo chuvoso, o evento do ano passado recebeu 12 mil pessoas. Por isso, a nossa expectativa ‚ de que as provas deste ano atraiam ainda mais gente”, explicou.

Dentro das pistas, a briga entre os pilotos deve ser acirrada. “A sexta etapa sempre ‚ decisiva no Campeonato Brasileiro, pois quem consegue bons resultados d  um grande passo em dire‡Æo ao t¡tulo”, lembrou Oliveira.

O evento ter  outros atrativos, como a presen‡a de Balbi e o alto n¡vel t‚cnico da pista. “O Balbi tem conquistado excelentes desempenhos e tem at‚ fÆ-clube em Minas Gerais. J  a pista do Mega Space foi constru¡da em um relevo, com subidas e d! escidas bastante fortes, e sobre um terreno arenoso, que formam diversos obst culos naturais. Tudo isso exigir  ainda mais habilidade dos pilotos”, concluiu Oliveira.

Programa‡Æo – Dia 2/9 Treinos Livres
MX3 – das 9h30 …s 9h55
85cc – das 10h05 …s 10h25
65cc – das 10h35 …s 10h55
MX2 – das 11h05 …s 11h30
MX1 – das 11h40 …s 12h05

Treinos Cronometrados – MX3 – das13h20 …s 13h50
85cc – das 14h …s 14h20
65cc – das 14h30 …s 14h50
MX2 – das 15h …s 15h30
MX1 – das 15h40 …s 16h10

Dia 3/9 – Treinos de largada / Warm Up
MX3 – das 9h …s 9h13
85cc – das 9h20 …s 9h33
65cc – das 9h40 …s 9h53
MX2 – das 10h …s 10h13
MX1 – das 10h20 …s 10h33

Baterias – MX3 – 11h30 (30 minutos mais duas voltas)
65cc – 12h20 (15 minutos mais duas voltas)
85cc – 13h (20 minutos mais duas voltas)
MX2 – 13h50 (30 minutos mais duas voltas)
MX1 – 14h40 (30 minutos mais duas voltas)

O Campeonato Brasileiro de Motocross ‚ organizado e promovido pela CBM (Confedera‡Æo Brasileira de Motociclismo), tem patroc¡nio da Honda e Mobil, co-patroc¡nio de Dunas Race, Pro Tork e Yamaha e apoio da Pirelli.