Michelin Anakee 2 : mais economia e respeito ao meio ambiente

Maior durabilidade, mais aderência em pisos molhados e escorregadios e otimização da forma de desgaste.

Essas são as principais características do Anakee 2, novo pneu radial da Michelin destinado às motocicletas trail de 600 cc a 1200 cc, e homologado pela BMW para a R1200 GS. Com o lançamento, a empresa introduz no segmento de duas rodas o conceito de «pneu ecológico»: maior vida útil significa menos pneus produzidos e, consequentemente, preservação ambiental.

Disponível no Brasil nas dimensões 110/80 R19 59V TL/TT (dianteiro) e 150/70 R17 69V TL/TT (traseiro), o novo pneu possui escultura traseira com 8 mm de profundidade no centro da banda de rodagem. Na lateral a medida é reduzida, para permitir desgaste mais uniforme. E para melhor escoamento da água, a largura dos sulcos aumenta progressivamente, do centro da banda de rodagem para os ombros. A dianteira segue as características da escultura traseira, com 5 mm de profundidade no centro da banda de rodagem.

Para garantir melhor performance, são dois novos compostos de borracha, com elastômeros provenientes do Moto GP, novas gerações de sílica e também de resinas.

As características técnicas elencadas foram avaliadas em testes internos, com grau de exigência alemão, o mais rigoroso da Europa. Comparado ao antecessor Anakee, o pneu traseiro apresentou durabilidade 25% superior e o dianteiro, 6%. Referente à aderência em solo molhado, o Anakee 2 mostrou-se 3,5s mais rápido. Em piso seco, apresentou melhor estabilidade em curvas. Já nos testes realizados pelo CERM (Centre d’Essais Routiers Mécanoques), da França, o Michelin Anakee 2 apresentou durabilidade 29% superior aos dois principais concorrentes da categoria, com a mesma aderência em piso molhado.

Com o lançamento do Anakee 2, a Michelin amplia sua gama de oferta para o segmento de duas rodas, que tem no portfólio 25 modelos, que vão desde pneus para as 90 cc até os projetados para motos esportivas.