Michelin terá fábrica de pneus em Itatiaia em 2011

O estado do Rio ganhará mais um investimento de peso.

Em cerimônia realizada nesta terça-feira (13/1), no Palácio Laranjeiras, Zona Sul do Rio, foi assinado um protocolo de intenções entre o Governo do Estado, a empresa francesa Michelin e a prefeitura de Itatiaia, na Região Sul Fluminense, para a criação de um distrito industrial no município. A primeira indústria a se instalar no local será a Michelin, que investirá cerca de US$ 200 milhões em uma fábrica de pneus para carros de passeio e caminhonetes. As obras começam esse ano e a unidade deverá entrar em funcionamento no primeiro semestre de 2011.

Segundo o governador Sérgio Cabral, em uma época de crise econômica, a vinda da Michelin para o Rio demonstra credibilidade no Brasil e no estado.

– Temos recebido várias empresas francesas que estão ampliando ou inaugurando suas operações no Estado, como a PSA e o Club Med, só para citar alguns exemplos, além de outras de pequeno e médio porte. Mas eu diria que a Michelin é maior exemplo, porque ela tem todas as suas plantas operando no estado, seja na Zona Oeste do Rio ou, agora, na Região Sul Fluminense. Tenho certeza de que a implantação da empresa servirá de âncora para a que o distrito industrial tenha muito sucesso e gere muitos empregos – afirmou.

Para se instalar em Itatiaia, a Michelin recebeu incentivos tributários do Estado, como explicou o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços, Julio Bueno. Entre eles, a não tributação de bens de capital no Rio e o imposto diferenciado dos insumos. Além disso, haverá um coordenador designado pela secretaria para ajudar na implantação e a Investe Rio (agência de fomento do Estado) terá linhas de crédito para financiar possíveis fornecedores.

– Se olharmos desde o momento em que a crise financeira mundial começou, esse investimento é o maior e talvez o único declarado no Brasil. Sua importância não é apenas local, mas nacional – declarou.

A nova fábrica vai gerar 200 postos de trabalho diretos e cerca de mil indiretos e os pneus produzidos vão para o mercado nacional. Atualmente, de acordo com o presidente da Michelin na América do Sul, Luiz Fernando Beraldi, são produzidos quase 1,5 milhões de pneus na fábrica de Campo Grande, Zona Oeste do Rio.

– Esse projeto faz parte da estratégia do Grupo Michelin de se desenvolver em países com grande potencial, como o Brasil. Sobretudo, ele é uma demonstração da confiança da Michelin no estado e no Brasil. Queremos contribuir para que o Rio assuma a liderança que lhe cabe no cenário nacional – explicou Beraldi.

O prefeito de Itatiaia, Luiz Carlos Bastos, ressaltou a importância da vinda da fábrica para o município.

– Estamos honrados com esses investimentos e estamos à disposição para o que pudermos ajudar.

Também estiveram presentes ao evento, entre outras autoridades, o vice-governador e secretário de Estado de Obras, Luiz Fernando Pezão; a secretária de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, Benedita da Silva; o presidente da Investe Rio, Maurício Chacur; o presidente da Companhia Industrial de Desenvolvimento (Codin); Fernando Barros; o consultor da Michelin Bernard Vasdeboncoeur; o presidente da Firjan, Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira; e o cônsul geral da França no Rio, Hugues Goisbault.