Carlos Campano venceu a categoria MX1 com João “Marronzinho” Paulino na segunda posição. Na MX2, Gabriel Gentil e João Ribeiro também subiram ao pódio

Monster Energy Circuit garante dobradinha no Catarinense de Motocross em São José

Carlos Campano venceu a categoria MX1 com João “Marronzinho” Paulino na segunda posição. Na MX2, Gabriel Gentil e João Ribeiro também subiram ao pódio

Carlos Campano venceu a categoria MX1 com João “Marronzinho” Paulino na segunda posição. Na MX2, Gabriel Gentil e João Ribeiro também subiram ao pódio

Florianópolis (SC) – Dobradinha da Yamaha Grupo Geração Monster Energy Circuit na segunda etapa do Campeonato Catarinense disputada em Potecas, São José, na Grande Florianópolis, neste fim de semana, 17 e 18 de março.

Carlos Campano venceu a categoria MX1 com João “Marronzinho” Paulino terminando na segunda posição. Na MX2, Gabriel Gentil e João Ribeiro também subiram ao pódio, com o segundo e quarto lugares, respectivamente.

A competição fez parte da comemoração de aniversário de São José, com a vitória na MX1 do espanhol que escolheu a cidade para viver desde sua vinda para o Brasil. Campano largou na frente, conquistou o holeshot e liderou a prova de ponta a ponta.

– Consegui largar bem, algo que busquei melhorar desde a abertura da Superliga (no início de março), e esta prova serviu como um treino contra adversários fortes – comenta Campano. 

Marronzinho largou na segunda posição e acompanhou o espanhol nas primeiras voltas, seguido de perto por Anderson Cidade. Ele conseguiu abrir vantagem sobre Cidade, mas, perdeu contato com Campano. Marronzinho cruzou a linha de chegada 23 segundos depois do líder.

– Estava torcendo para o Campano largar atrás, mas ele largou bem e abriu vantagem. Essa prova serviu como um bom treino e sinto que meu preparo físico melhorou, pois andei na frente de pilotos que são acostumados a treinar nesta pista – analisa Marrom.

Gabriel Gentil e João Ribeiro largaram entre os cinco primeiros na MX2. Logo na primeira volta, Gentil assumiu a segunda posição e se preparava para atacar o líder. Mas, ele acabou errando e caiu em uma curva na saída das costelas. Gentil precisou recuperar a posição e viu o líder abrir vantagem.

– Estou treinando para nível de Brasileiro e não aceito mais meus erros. Se não tivesse caído, certamente teria vencido a prova – afirma o piloto.

João Ribeiro travou uma batalha com Victor Feltz por mais da metade da bateria e só conseguiu se desvencilhar do oponente faltando poucas voltas para o fim. Mesmo mais rápido do que o terceiro colocado, Ribeiro não teve tempo suficiente para alcançar o terceiro lugar.

– Perdi muito tempo atrás do Victor, porque a pista estava sem pontos de ultrapassagens. Se eu tivesse passado mais cedo, teria chegado no terceiro colocado – comenta.

O próximo compromisso da Yamaha Grupo Geração Monster Energy Circuit será em Salvador, Bahia, pela segunda etapa da Superliga Brasil de Motocross, em 31 de março e 1º de abril.

Resultados:
MX1
1) Carlos Campano
2) João “Marronzinho” Paulino
3) Cristopher “Pipo” Castro
4) Joaquil Poli
5) Jean Ramos 

MX2
1) Joaquim Poli
2) Gabriel Gentil
3) Rodrigo Riffel
4) João Ribeiro
5) Victor Feltz