Categoria principal do Moto 1000 GP, a GP 1000 destaca-se pelo grande número de países representados no grid

Moto 1000 GP: Brasília dá sequência à temporada 2014

A temporada de 2014 do Moto 1000 GP, o Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, terá sequência neste domingo (27) com o GP Brasília. As disputas das categorias GP 1000, GP 600, GP Light e GPR 250 do Moto 1000 GP vão movimentar o Autódromo Internacional Nelson Piquet a partir da sexta-feira (25), dia dos primeiros treinos livres. Na quarta (23) haverá sessões de treinos extraoficiais, em que a maioria das equipes vão abrir sua preparação para o evento.

Categoria principal do Moto 1000 GP, a GP 1000 destaca-se pelo grande número de países representados no grid

Categoria principal do Moto 1000 GP, a GP 1000 destaca-se pelo grande número de países representados no grid

A GP 1000, principal categoria da competição, tem liderança do francês Matthieu Lussiana. Vencedor da primeira etapa, em Santa Cruz do Sul (RS), e segundo colocado na corrida de junho em São Paulo (SP), ele soma 48 pontos, 12 a mais que o brasileiro Wesley Gutierrez, que conquistou um segundo e um terceiro lugar. O português Miguel Praia, com 27, e o norte-americano Danny Eslick, que venceu a segunda prova e tem 26, vêm a seguir na tabela.

A GP 600 também tem liderança de um piloto estrangeiro. Vencedor das duas primeiras etapas, o uruguaio Maximiliano Gerardo acumula 54 pontos. O vice-líder paranaense Joelsu da Silva tem 36. O gaúcho Pedro Sampaio, com 29, está em terceiro. A GP Light tem dois pilotos de Brasília no grupo dos três primeiros colocados: Henrique Castro, vencedor em São Paulo, lidera com 35; Ian Testa é terceiro, com 29. O paulista Fábio Adas, com 33, é o vice-líder.

A GPR 250 tem liderança do paulista Meikon Kawakami, vice-campeão em 2013. Com uma vitória e um segundo lugar ele chegou a 47 pontos, com 10 de vantagem sobre o gaúcho Giovandro Tonini, segundo colocado. O paulista Lucas Torres, vencedor da última corrida, é o terceiro, com 36. Na série-escola, o GP Brasília será a segunda das quatro etapas válidas pela seletiva do Red Bull Rookies Cup, que tem Torres na liderança e Kawakami em segundo.