Largada da GP 1000, na última corrida da temporada do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade

Moto 1000 GP: encerrada a temporada 2013

A corrida deste domingo (1º) no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel (PR), válida como GP Petrobras, encerrou a temporada do Moto 1000 GP, o Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. Na pista, três das cinco categorias conheceram seus campeões. Na GPR 250, o gaúcho Pedro Sampaio, da equipe Fábio Loko venceu a corrida e garantiu o título. Na GP 600, o sétimo lugar foi suficiente para outro gaúcho, Rafael Bartagnolli garantir a primeira colocação na tabela e na GP Máster, a vitória definiu Sidnei Scigliano como o campeão da temporada. Outros dois títulos foram garantidos por antecipação. Na GP 1000 o campeonato ficou com o argentino Luciano Ribodino, da Alex Barros Racing e na GP Light, defendendo a Petronas Eurobike SBK Team, foi Renato Andreghetto quem garantiu o primeiro lugar.

Largada da GP 1000, na última corrida da temporada do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade

Largada da GP 1000, na última corrida da temporada do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade

Na corrida da GP 1000 , a vitória foi de Diego Perluigi, da JC Racing. Luciano Ribodino, da Alex Barros Racing, campeão já desde a etapa de Campo Grande (17/11), chegou em segundo, à frente de Miguel Praia, da Center Moto Racing. A vitória deu a Pierlugi o vice-campeonato. “O ritmo estava forte, estou feliz com a vitória e pelo fato de já estar confirmado minha participação em todas as corridas do Moto 1000 GP no ano que vem”, revelou Pierluigi na coletiva de imprensa. Ribodino elogiou a temporada. “Foi um ano muito bom, regular, com um belo trabalho de equipe”, disse, sem revelar os planos para 2014. Para Miguel Praia, que esteve perto de sua primeira vitória na GP 1000 após largar da pole position, descreveu sua corrida. “A moto apresentou problemas na troca de marchas e isso condenou minha corrida. Quando vi que não conseguiria chegar nos dois primeiros, sustentei a posição. Mas a equipe está de parabéns, por tudo o que fez durante o ano todo”, finalizou.

Campeão antecipado, Luciano Ribodino foi o segundo colocado na corrida em Cascavel

Campeão antecipado, Luciano Ribodino foi o segundo colocado na corrida em Cascavel

GP LIGHT: Andreghetto confirma título
Com o título da GP Light garantido ainda na etapa de Campo Grande (MS) no dia 17 de novembro, Renato Andreghetto entrou na pista de Cascavel (PR) para a última etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade tranquilo, mas nem por isso deixou de tentar a primeira colocação. Pole position para a corrida deste domingo (1º), o piloto da Petronas Eurobike SBK Team ainda fez a melhor volta da corrida, com o tempo de 1min05s353 e chegou a mais de 14 segundo a frente do segundo colocado, André Paiato, da Alex Barros Racing, que ratificou a segunda colocação no campeonato. Davi Costa, da JC Racing Team fechou o pódio da GP Light em Cascavel.

GP MÁSTER: Scigliano leva o título
Sidnei Scigliano chegou na oitava e última etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade como o líder da categoria na GP Máster, categoria que integra o grid da GP Light. Para o piloto da Motrix Scigliano Racing, a busca pelo pódio no Autódromo Zilmar Beux confirmaria seu título, uma vez que seu principal concorrente, Victor Braga, da SBK Rio, não participou da corrida.

Na pista, Scgliano não teve complicações em manter a liderança da categoria, deixando a dupla de pilotos da equipe GP Rio, Egon Kothy e Levy Lopes em segundo e terceiro lugares, respectivamente. Após o pódio, Scigliano agradeceu a todos que o ajudaram a chegar ao título. “Já conquistei alguns títulos em minha carreira, mas cada nova conquista tem um sabor especial. E é claro que a gente não é campeão sozinho. Cada piloto que entra na pista tem por detrás sua família, seus amigo, patrocinadores e sua equipe. Então, essa é uma conquista de todos que me ajudaram a chegar até aqui”, falou ele, que ficou com o campeonato da categoria destinada a pilotos acima de 48 anos de idade.

GP 600: Bertagnolli é sétimo mais fica com o título
A corrida da GP 600 foi uma das que valiam título, na última etapa do Moto 1000 GP. Em primeiro na classificação geral, o piloto gaúcho Rafael Bertagnolli precisava de um nono lugar para garantir o título da temporada. Bertagnolli, que teve problemas em sua moto e largou da oitava colocação, usou da estratégia para assegurar a conquista. “Corri com o regulamento debaixo do braço. Realmente não conseguiria acompanhar os primeiros colocados, porque não acertamos como gostaríamos a moto. Mas o que vale é o resultado final do campeonato, que reflete o conjunto de um trabalho duro que tivemos ao longo do ano”, frisou o piloto da BSB Motor Racing.

GPR 250: Pedro Sampaio é campeão
Largando na pole position no GP Petrobras em Cascavel (PR), Pedro Sampaio, piloto da equipe Fábio Loko, não teve uma corrida fácil neste domingo (1º). Até o momento da corrida, Meikon Kawakami, da Alex Barros Racing e Sampaio estavam empatados em 105 pontos na classificação geral. A vitória definiria assim, o campeão da primeira temporada da GPR 250 no Moto 1000 GP. Do começo ao fim, a alternância de posições foi intensa. A corrida seguiu com os três primeiros colocados trocando de posições. Na última volta, Meikon atacou Pedro que era o líder e assumiu a ponta, mas não sustentou a posição. Na entrada da reta para a bandeirada final, Sampaio abriu vantagem, com Sabrina e Meikon colados na disputa pelo segundo lugar. No fim, Sampaio confirmou a vitória, com Sabrina em segundo, seguida de Meikon Kawakami.

Resultado final das corridas deste domingo (1º), no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel (PR):

GP 1000
1°) Diego Pierluigi (ARG/JC Racing Team), Kawasaki, 22 voltas em 23min35s807
2°) Luciano Ribodino (ARG/Alex Barros Racing), BMW, a 1s280
3°) Miguel Praia (POR/Center Moto Racing Team), Honda, a 9s256
4°) Ricieri Luvizotto (SP/HPN Racing By Target Racing), Kawasaki, a 10s502
5°) Danilo Lewis (SP/PRT-RC3 Brasil), Kawasaki, a 13s186
6°) Diego Faustino (PR/Petronas Eurobike SBK Team), BMW, a 18s767
7°) Nico Ferreira (PR/HPN Racing Team), Kawasaki, a 49s196
8°) Alecsandre Grandi (SP/Team De Grandi Bardahl), Honda, a 59s038
9°) Marcos Salles (PR/Team Fuel Racing-Mormai), BMW, a 1 volta
10º) Luis Fittipaldi (DF/Motonil Motors), Kawasaki, a 1 volta

GP LIGHT/ GP MÁSTER
1°) Renato Andreghetto (SP/Petronas Eurobike SBK Team), BMW, 20 voltas em 22min11s797
2°) André Paiato (SP/Alex Barros Racing), BMW, a 14.012
3°) Davi Costa (SP/JC Racing Team), Kawasaki, a 18s355
4°) Paulinho Kamba (PE/HPN Racing Team), Kawasaki, a 23s439
5°) Henrique Castro (DF/BSB Motor Racing), Kawasaki, a 26s844
6°) Eliandro Simonini (PR/VMX Racing Team), Kawasaki, a 30s557
7°) Alen Modesto (BA/Aclat Racing), Kawasaki, a 43s915
8°) Flávio Sukar (PE/HPN Racing Team), Kawasaki, a 45s067
9°) Michel Velludo (SP/Tato Racing), Kawasaki, a 46s212
10°) André Escomparim (SP/Motonil Motors), Kawasaki, a 58s686

GP 600
1°) Sergio Fasci (ARG/MGBikes Yamaha Racing), Yamaha, 15 voltas em 16min54s294
2°) Maxi Gerardo (PR/Grinjets SBK Racing), Kawasaki, a 0s897
3°) Nicolas Tortone (ARG/MGBikes Yamaha Racing), Yamaha, a 0s927
4°) Joelsu da Silva (PR/Paulinho Superbikes), Kawasaki, a 9s467
5°) Ademilson Peixer (PR/Moto 3 Racing Team), Kawasaki, a 9s479
6°) André Verissimo (SP/MGBikes Yamaha Racing), Yamaha, a 12s995
7°) Rafael Bertagnolli (RS/BSB Motor Racing), Kawasaki, a 23s533
8°) Igor Érnica (PR/Motrix Scigliano Racing), Kawasaki, a 23s828
9°) Matheus Oliveira (SP/Vascularnet), Kawasaki, a 23s956
10°) Gustavo Ceccarellli (SP/HPN Racing Team), Kawasaki, a 37s959

GPR 250
1°) Pedro Sampaio (RS/Fábio Loko), Honda, 12 voltas em 16h24min006
2°) Sabrina Paiuta (SP/Mobil Rush Racing), Kawasaki, a 0s115
3°) Meikon Kawakami (SP/Alex Barros Racing GPR), Honda, a 0s158
4°) Ton Kawakami (SP/Alex Barros Racing GPR), Honda, a 18s249
5°) Suel Dirluiz (PR/Suel Racing), Honda, a 18s418
6°) Maycon Benassi (PR/Team Fuel Racing-Mormaii), Kawasaki, a 45s103
7°) Cleber Parrado (SO/Mamute Racing), Kawasaki, a 45s498
8°) Nic Nottingham (SP/Team de Grandi Bardahl), Kawasaki, a 1min09s424
9°) Lucas Portilho Pinheiro (SO/Mobil Rush Racing), Kawasaki, a 1 volta
10°) Jose Duarte (CE/Alex Barros Racing GPR), Honda, a 1 volta

Classificação final do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade:

GP 1000
1°) Luciano Ribodinho, 150 pontos;
2°) Diego Pierluigi, 126;
3°) Wesley Gutierrez, 95;
4°) Miguel Praia, 88;
5°) Danilo Lewis, 85;
6°) Diego Faustino, 72;
7°) Alecsandre De Grandi, 54;
8°) Lucas Barros, 47;
9°) Ricieri Luvizotto, 46;
10°) Luis Fittipaldi, 33.

GP Light
1°) Renato Andreghetto, 196 pontos;
2°) André Paiato, 163;
3°) Henrique Castro, 102;
4°) Davi Costa, 88;
5°) Paulinho Kamba, 70;
6°) Flávio Sukar, 58;
7°) Fabinho Adas, 51;
8°) Eliandro Simonini, 48;
9°) Marcelo Cortes, 38;
10°) Gustavo Herrera, 26.

GP 600
1°) Rafael Bertagnolli, 128 pontos;

2°) Sergio Fasci, 124;
3°) Ademilson Peixer, 93;
4°) Dudu Costa, 78;
5°) Sérgio Laurentys, 68;
6°) André Veríssimo, 58;
7°) Gustavo Cecarelli, 57;
8°) Marciano Santin, 51;
9°) Nicolas Tortone, 48;
10°) Alex Pires, 46.

GPR 250
1°) Pedro Sampaio, 130 pontos;
2°) Meikon Kawakami, 122;
3°) Sabrina Paiuta, 90;
4°) Ton Kawakami, 81;
5°) Igor Calura, 72;
6°) Cleber Parrado, 67;
7°) Maycon Benassi, 60;
8°) Fabiano Vaz, 52;
9°) Hebert Pereira, 44;
10°) Julio Castroviejo, 39.