Categoria-escola, a GPR 250 foi implantada em 2013 no Brasileiro de Motovelocidade

Moto 1000 GP: etapa decisiva na GPR 250 em Cascavel

Os pilotos da GPR 250, categoria-escola implantada em 2013 pelo Moto 1000 GP, preparam-se para, pela primeira vez, disputar uma rodada dupla. O GP Cascavel, 4ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, terá todas as suas provas neste domingo (31), no Autódromo Zilmar Beux na cidade de Cascavel (PR). A inédita realização de duas corridas da GPR 250 foi determinada para que se reponha a corrida cancelada por conta de fatores climáticos no GP Brasília, em julho.

Categoria-escola, a GPR 250 foi implantada em 2013 no Brasileiro de Motovelocidade

Categoria-escola, a GPR 250 foi implantada em 2013 no Brasileiro de Motovelocidade

As corridas da GPR 250 valerão como terceira e quarta das oito etapas da temporada. Além disso, serão a segunda e a terceira das quatro provas que formam, no calendário de 2014, a classificação da seletiva do Moto 1000 GP para o Red Bull MotoGP Rookies Cup – a competição que vai indicar o piloto do brasileiro de motovelocidade classificado será finalizada na quinta etapa, que será disputada no dia 21 de setembro em Goiânia (GO).

A parceria do Moto 1000 GP com a Red Bull para classificar um de seus pilotos à seletiva internacional foi anunciada na segunda quinzena de maio, após a primeira etapa da temporada nacional. Assim, ficou definido que a vaga seria do piloto que somar mais pontos entre a segunda e a quinta etapa, desde que preencha todos os requisitos. Caso algum dos requisitos exigidos não seja preenchido, a vaga será do piloto que obtiver a segunda maior pontuação.

“O evento em Cascavel cresce muito em importância para os pilotos da GPR 250”, considera Gilson Scudeler, promotor do Moto 1000 GP. “Duas das quatro corridas da seletiva para o programa da Red Bull vão acontecer nesse dia. Pilotos e equipes vão com o desafio de traçar uma estratégia que contemple todos os aspectos da competição e que permita tirar o melhor proveito possível da rodada dupla. Vão ser duas corridas interessantíssimas”, aposta.

A disputa dos pilotos da GPR 250 pela vaga na seletiva internacional do Red Bull MotoGP Rookies começou na segunda etapa do Moto 1000 GP, em São Paulo (SP). Lucas Torres, piloto da Estrella Galicia 0,0 by Alex Barros, foi o vencedor da etapa e lidera a disputa pela classificação. A pontuação geral do Brasileiro de Motovelocidade é liderada por Meikon Kawakami, da Playstation-PRT, que soma uma vitória e um segundo lugar em duas corridas.

O Red Bull MotoGP Rookies Cup vai custear a viagem do classificado e de um acompanhante para a etapa de outubro da seletiva internacional. Ele se juntará a mais de cem pilotos de todo o mundo na triagem será realizada em três dias. No primeiro, serão avaliados os pilotos europeus, ficando o segundo reservado à avaliação de pilotos dos demais continentes. Os pilotos de melhor índice voltarão à pista no último dia para mais uma sessão de testes.

A vaga na Red Bull MotoGP Rookies Cup, segundo Scudeler, fomenta o objetivo principal do Moto 1000 GP. “O evento nasceu da carência que o Brasil tinha de um campeonato que fosse, de forma clara, a base para jovens pilotos com condições de cumprir uma carreira internacional de sucesso”, aponta. Atual campeão da Red Bull MotoGP Rookies Cup, o checo Harel Hanika, 18 anos, disputa a categoria Moto 3™ da MotoGP™ pela Red Bull KTM Ajo.