Largada da categoria GP 600, com o pole Maximiliano Gerardo mantendo a liderança

Moto 1000 GP: Juan Manuel Solorza estreia com vitória na GP 600

O GP Goiânia, quinta etapa do Moto 1000 GP, marcou neste domingo (21) uma estreia com vitória. Juan Manuel Solorza, representante de Cinco Saltos, cidade localizada na província argentina de Río Negro, comemorou no Autódromo Internacional Ayrton Senna a primeira colocação na corrida que abriu a segunda metade da temporada da categoria GP 600 no Campeonato Brasileiro de Motovelocidade.

Largada da categoria GP 600, com o pole Maximiliano Gerardo mantendo a liderança

Largada da categoria GP 600, com o pole Maximiliano Gerardo mantendo a liderança

Pole position da etapa goiana e líder do campeonato desde seu início, o uruguaio Maximiliano Gerardo, da MGBikes Yamaha, foi ao pódio em segundo lugar, uma posição à frente de seu companheiro de equipe argentino Sebastian Martínez. O gaúcho Pedro Sampaio, quarto colocado, assumiu a vice-liderança da competição. O pódio acolheu mais um piloto da MGBikes Yamaha Racing – o paulista André Veríssimo, campeão de 2012, que terminou em quinto lugar.

Quinto colocado no grid, Solorza passou a figurar na disputa direta pela liderança já na segunda volta, quando ultrapassou o paranaense Joelsu Silva, da Paulinho Superbikes, e assumiu o terceiro lugar logo depois de Martínez superar Gerardo e assumir a liderança. O argentino manteve-se à frente até a décima volta, quando cometeu um erro e caiu para terceiro. Solorza aproveitou o momento inusitado e, em manobra precisa, tomou a liderança de Gerardo. O uruguaio voltou a comandar o GP Goiânia na 11ª volta, ultrapassando Solorza praticamente ao mesmo tempo em que Sampaio tomou o quarto lugar de Veríssimo – Silva, a essa altura, já figurava em sexto lugar, posição em que terminaria a corrida. Martínez, recuperando ritmo, reapareceu em primeiro na 14ª e antepenúltima volta, com Gerardo em segundo e Solorza em terceiro. As trocas de posição mais significativas da corrida ainda estavam por acontecer.

Solorza, inscrito por equipe própria – a Solorza Competition –, retomou a segunda posição na penúltima volta, ultrapassando Gerardo. Na 16ª e última, conseguiu superar Martínez para aparecer definitivamente na liderança do GP Goiânia. A definição da segunda posição no duelo entre os pilotos da MGBikes Yamaha Racing aconteceu na última curva da disputa: Gerardo posicionou sua moto pelo lado externo do traçado para conquistar a posição de Martínez.

Solorza, pela vitória, recebeu também uma moto Suzuki Burgman i 125 zero quilômetro. A premiação especial foi definida em 2014 pelo Moto 1000 GP em parceria com a Suzuki Motos do Brasil e segue critérios específicos a cada etapa. No GP Goiânia, o regulamento particular previu a cessão da scooter ao piloto vencedor da categoria GP 600.

Resultado da etapa – GP 600:
1º) Juan Manuel Solorza (ARG/Yamaha), Solorza Competition, 23min56s218
2º) Maximiliano Gerardo (URU/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, a 1s046
3º) Sebastian Martínez (ARG/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, a 1s450
4º) Pedro Sampaio (SP/Kawasaki), Fábio Loko, a 29s124
5º) André Veríssimo (SP/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, a 42s982

Classificação após 5 etapas – GP 600:
1º) Maximiliano Gerardo, 102 pontos;
2º) Pedro Sampaio, 73;
3º) Joelsu Silva, 71;
4º) André Veríssimo, 58;
5º) Sérgio Laurentys e Alex Pires, 37;

A temporada terá sequência no dia 26 de outubro, com a sexta e antepenúltima etapa em Pinhais (PR), no Autódromo Internacional de Curitiba.

GP LIGHT: EM CORRIDA DE RECUPERAÇÃO, HENRIQUE CASTRO VENCE E ABRE VANTAGEM
Perda de cinco posições na largada submete brasiliense da BSB Motor Racing a atuação de destaque no GP Goiânia

Nicolas Tortone (17), sexto no grid, assumiu a liderança antes da primeira curva de corrida

Nicolas Tortone (17), sexto no grid, assumiu a liderança antes da primeira curva de corrida

Henrique Castro é o primeiro piloto do Moto 1000 GP a conquistar duas vitórias na categoria GP Light em 2014. Pole position do GP Goiânia, quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, o brasiliense perdeu cinco posições na largada e se submeteu a uma corrida de recuperação para surgir em primeiro lugar na penúltima volta da corrida, disputada neste domingo (21) no Autódromo Internacional Ayrton Senna.

Castro, vencedor da segunda corrida do ano em São Paulo (SP), chegou a Goiânia como líder do campeonato, com vantagem de sete pontos. Finalizou a corrida 14 pontos à frente do também brasiliense Ian Testa, piloto da Motonil Motors-PDV Brasil, que assumiu a vice-liderança depois de largar em segundo e liderar maior parte da prova. Testa, também vencedor de uma etapa em 2014 – a de Brasília (DF) –, cruzou a linha de chegada em segundo.

A etapa goiana marcou também o primeiro pódio na temporada de Lucas Teodoro, piloto paulista da BMW Motorrad Alex Barros Racing, terceiro na corrida depois de largar em oitavo. O também paulista Rodrigo de Benedictis, companheiro de equipe de Testa, ficou em quarto e subiu ao terceiro lugar na classificação do campeonato. O paranaense Juracy Rodrigues, da Black Day Racing Team, foi ao pódio pela segunda vez, em quinto.

O destaque da largada ficou por conta do argentino Nicolas Tortone, da MGBikes Yamaha Racing. Sexto no grid, ele contornou a primeira curva como líder. Sua liderança durou poucas curvas. Ainda na primeira volta, caiu para a quarta posição, superado por Ian Testa. Lucas Teodoro, oitavo no grid, surgiu em segundo, com Davi Costa em terceiro. Teodoro chegou a assumir a liderar parte da segunda volta, sendo superado por Testa em seguida.

A reação de Henrique Castro, que caiu do primeiro para o sexto lugar na largada, começou na quinta volta, com a ultrapassagem sobre Tortone. Duas voltas depois, em uma única manobra ao fim da reta dos boxes, o brasiliense superou Rodrigo de Benedictis e Davi Costa, assumindo o terceiro lugar. Ainda na sétima volta, Castro emparelhou com Teodoro no S de baixa velocidade do circuito goiano para tomar-lhe o segundo lugar na Curva da Vitória.

O ataque à liderança de Testa ganhou força na décima volta. Os dois brasilienses contornaram o mesmo S de baixa lado a lado. Chegou a haver um leve toque entre ambos. A ultrapassagem viria na 15ª e penúltima volta, mais uma vez na aproximação para a frenagem do S. Testa buscou a recuperação na abertura da última volta, quando viu-se obrigado a aliviar o ritmo para evitar um novo toque. Castro permaneceu à frente até a bandeirada final.

O grupo dos sete primeiros colocados permaneceu equilibrado durante toda a corrida. Benedictis chegou a ultrapassar Teodoro na última volta e teve o revide poucas curvas depois. Juracy “Black” Rodrigues, que conquistado seu primeiro pódio na categoria em Cascavel, com a terceira colocação na etapa de agosto, assegurou seu segundo troféu em Goiânia assumindo o quinto lugar também na última volta, com uma ultrapassagem sobre Davi Costa.

Resultado da etapa – GP Light:
1º) Henrique Castro (DF/Kawasaki), City BSB Motor Racing, 23min41s323
2º) Ian Testa (DF/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil, a 0s655
3º) Lucas Teodoro (SP/BMW), BMW Motorrad Alex Barros Racing, a 5s179
4º) Rodrigo de Benedictis (SP/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil, a 5s227
5º) Juracy “Black” Rodrigues (PR/Kawasaki), Black Day Racing Team, a 5s847

Classificação após 5 etapas – GP Light:
1º) Henrique Castro, 89 pontos;
2º) Ian Testa, 75;
3º) Rodrigo de Benedictis, 68;
4º) Nicolas Tortone, 65;
5º) Fábio Adas, 54;



Mário Sérgio Figueredo

Motociclista apaixonado por motos há 42 anos, começou a escrever sobre motos como hobby em um blog para tentar transmitir à nova geração a experiência acumulada durante esses tantos anos. Sua primeira moto foi a primeira fabricada no Brasil, a Yamaha RD 50.