Bicampeão português das 1.000 cilindradas, Tiago Magalhães vai reforçar o grid do Moto 1000 GP

Moto 1000 GP: piloto português defende a Scigliano Racing

Mais um piloto europeu tem participação confirmada na temporada de 2014 do Moto 1000 GP. Tiago Magalhães, 30 anos, será o piloto da Scigliano Racing na disputa pelo título da categoria GP 1000, a principal do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. A primeira das oito etapas da competição reunirá os pilotos de suas quatro categorias no dia 4 de maio em Santa Cruz do Sul (RS), no Autódromo Internacional Oswaldinho de Oliveira.

Bicampeão português das 1.000 cilindradas, Tiago Magalhães vai reforçar o grid do Moto 1000 GP

Bicampeão português das 1.000 cilindradas, Tiago Magalhães vai reforçar o grid do Moto 1000 GP

Magalhães destaca a expectativa de “um grid muito forte”. “A presença de pilotos como Mathieu Lussiana, Diego Pierluigi, Miguel Praia e os demais estrangeiros, além dos principais pilotos brasileiros, me animou para disputar o Moto 1000 GP”, revela o português. Ele defenderá a Scigliano Racing, equipe do piloto Sidnei Scigliano, e trará ao Brasil o preparador Francisco Batista, com quem trabalha há vários anos na motovelocidade da Europa.

Bicampeão português das 1.000 cilindradas em 2011 e 2013, Magalhães é um telespectador assíduo do Moto 1000 GP. “Eu acompanho as corridas desde o início, sobretudo desde que o Miguel Praia começou a participar”, manifesta, citando a presença de seu compatriota, que terminou o campeonato de 2013 em quarto lugar. “Com a boa estrutura da equipe e o entrosamento que tenho com o Francisco a expectativa é de disputar vitórias”, acredita.

O português mantém planos de continuar correndo na Europa. “Quero conciliar o Moto 1000 GP com o Campeonato Espanhol de Velocidade e vou disputar o GP de Macau, mas o foco está no Brasil”, diz. Magalhães planeja o primeiro contato com a equipe para os testes coletivos do Moto 1000 GP em São Paulo (SP) nos dias 18, 19 e 20. “Torço para minha experiência na Europa ser útil no Brasil, e quero trazer a para cá a experiência de correr na Europa”.

A Scigliano Racing soma dois títulos no Moto 1000 GP. O primeiro foi o do piloto André Veríssimo na categoria GP 600, em 2012. O outro, em 2013, foi conquistado na GP Máster pelo próprio Sidnei Scigliano, que neste ano passa a atuar apenas como chefe de equipe. A participação na GP 1000, a categoria principal do evento, é inédita para a equipe. “Estaremos fortes, ainda mais com a presença do campeão português e de seu preparador”, aposta Scigliano.