Moto1000GP_22_05

Moto 1000 GP vai a Curitiba pela quarta vez

O Autódromo Internacional de Curitiba, localizado na cidade de Pinhais, região metropolitana da capital paranaense, vai acolher o Moto 1000 GP pela quarta vez. Agora homologado oficialmente como Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, o evento que realizou sua primeira temporada em 2011 terá no dia 26 de maio as corridas de sua segunda etapa, intensificando a disputa pela liderança das cinco categorias que o compõem.

Flagrante da última etapa do Moto 1000 GP em Interlagos

Flagrante da última etapa do Moto 1000 GP em Interlagos

Mais de 120 pilotos, representantes de 13 estados brasileiros e também de outros cinco países, já estão inscritos nas provas das categorias GP Light e GP Máster – que agora formam um grid único –, GP 600, GPR 250 e GP 1000. A programação de treinos será aberta na sexta-feira (24), com quatro sessões livres para cada categoria. No sábado (25), serão mais dois treinos livres, além das sessões classificatórias definindo as posições de largada.

Em 2011, na primeira temporada do Moto 1000 GP, Curitiba recebeu as corridas da quinta e penúltima etapa. Naquele ano, as categorias GP 1000, GP Light e BMW S1000RR Cup promoviam duas corridas por evento. Em 2012, já composto pelas categorias GP 1000/GP Máster, GP Light e GP 600, o traçado paranaense sediou as corridas da segunda etapa e, também, a rodada dupla que finalizou o campeonato, valendo pelas sétima e oitava etapas.

A chancela da CBM – Confederação Brasileira de Motociclismo, que a partir de 2013 reconhece oficialmente como brasileiros de motovelocidade os títulos do Moto 1000 GP, dá-se no momento em que o evento experimenta um processo de franca internacionalização.

Os treinos e as corridas da primeira etapa, disputadas no dia 21 de abril no circuito paulista de Interlagos, tiveram participação de pilotos de Argentina, Espanha, Portugal, Itália e Venezuela, além de brasileiros de 13 estados. A transmissão pela televisão, que no Brasil teve destaque no canal Bandsports, foi levada pela Band Internacional a telespectadores de Argentina, Venezuela, Paraguai, Uruguai, EUA, Angola, Moçambique e Japão.