Largada da categoria GP 1000

Moto 1000 GP: vitória argentina em Curitiba

Depois de suportar a pressão de Danilo Lewis (PRT/RC3 Brasil) nas primeiras voltas, o argentino Luciano Ribodino (Alex Barros Racing) confirmou a condição de atual campeão da principal categoria do Moto 1000 GP e venceu a etapa de Curitiba, válida pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade.

Largada da categoria GP 1000

Largada da categoria GP 1000

Ribodino imprimiu um ritmo forte para abrir uma vantagem e administrar o primeiro lugar e a vitória na GP 1000. Wesley Gutierrez (Motonil Motors Alemão Pneus) e Danilo completaram o pódio em segundo e terceiro lugares, respectivamente. “O fato é que foi bem difícil”, disse o argentino na coletiva de imprensa, que achou a prova cansativa. “Tive muito trabalho. Tentei manter o ritmo na frente, eles estavam bem, muito rápidos”, referindo-se aos companheiros de pódio antes de agradecer a equipe e patrocinadores.

Acidente espetacular na GP 600. Pilotos estão bem

Acidente espetacular na GP 600. Pilotos estão bem

Para Gutierrez o segundo lugar foi bom, mais ele ainda queria mais. ”Não desisti de tentar chegar no Ribodino, apertei o ritmo, mas não deu. Mas o segundo lugar está bom, em termos de campeonato”, avaliou. Campeonato também foi o tema do terceiro colocado apesar de só ter tido duas etapas. “A equipe tem potencial”, considerou. “Ela mostrou isso no acerto da moto para esta pista. O campeonato é longo, e está em aberto”, finalizou Lewis. Ribodino tem 46 pontos contra 21 dos dois principais concorrentes.

Fora da zona de pódios houve a maior disputa da corrida. Retornando às pistas depois de se recuperar de uma queda em treinos na pré-temporada – razão pela qual não correu na etapa inicial, em Interlagos – Lucas Barros (Alex Barros Racing) protagonizou com Diego Faustino (Petronas Eurobike SBK Team) a mais interessante disputa da prova. Os dois trocavam várias vezes de posição numa mesma volta na briga pelo quarto lugar. O português Miguel Praia (Center Moto Racing Team) juntou-se à disputa nas voltas finais, mas Faustino levou a melhor e ficou com a quarta colocação.

Sabrina Paiuta comemora a vitória na GPR 250

Sabrina Paiuta comemora a vitória na GPR 250

GP Light – André Paiato leva a melhor na disputa com Renato Andreghetto

GP 600 – Vitória de Rafael Bertagnolli e acidente espetacular: choque das motos de Cadu Colocci  e Gilvan Zeferino no fim da reta dos boxes. Os dois pilotos passam bem.

GPR 250Sabrina Paiuta vence por incríveis quatro milésimos de segundo em uma chegada fantástica.

GP Máster – Alberto Braga chega na frente com Victor Braga em segundo.

 

Confira o resultado final das cinco categorias do Moto 1000 GP

Leia mais sobre o Moto 1000 GP:  clique aqui