Chuva castiga o Moto 1000 GP em Cascavel

Moto 1000 GP: Wesley Gutierrez vence na GP 1000 sob chuva

A 4ª etapa do Moto 1000 GP, o Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, foi disputada sob forte chuva na pista do Autódromo Internacional Zilmar Beux, em Cascavel, no Paraná, considerada a mais veloz da temporada, e teve o piloto paranaense Wesley Gutierrez, Motonil Motors-PDV Brasil, como vencedor, seguido pelo português Miguel Praia, Center Moto Racing Team, em segundo e pelo argentino Luciano Ribodino, Team Suzuki PRT, em terceiro, na categoria GP 1000.

Chuva castiga o Moto 1000 GP em Cascavel

Chuva castigou a pista de Cascavel durante o Moto 1000 GP

A chuva era tão forte que levou a direção de prova a suspender a largada da prova logo após a primeira volta de apresentação, quando o francês Matthieu Lussiana escorregou no asfalto molhado e caiu. A necessidade de reparos na moto do piloto acabou obrigando-o a abdicar do segundo lugar no grid e largar dos boxes. A volta de apresentação e a largada só foram realizadas mais de 30 minutos depois, pois a organização do campeonato esperou por melhores condições de pista.

Largando da pole e tendo o líder do campeonato saindo dos boxes, atrás de todo o pelotão, em busca de recuperação, Gutierrez não teve um início de corrida satisfatório. Foi superado pelo argentino Diego Pierluigi na primeira volta. Na liderança, Pierluigi, ampliava sua vantagem a cada volta. Na sétima volta, Gutierrez recuperou a segunda posição e partiu para cima de Pierluigi. Na nona volta, o argentino caiu na saída do Bacião e abandonou a corrida, fazendo com que Gutierrez assumisse a liderança. Diego Faustino, seu adversário mais próximo, caiu duas vezes na 12a e na 15a volta, fazendo com que Miguel Praia, assumisse a vice-liderança definitivamente.

Wesley Gutierrez vence a principal categoria, a GP 1000

Wesley Gutierrez vence a principal categoria, a GP 1000

Miguel Praia, que com o segundo lugar igualou seu melhor resultado no Moto 1000 GP, destacou a dificuldade que a chuva impôs aos pilotos. “A quantidade de água na pista no fim da corrida assustava. Terminamos no limite dos limites. Foi uma corrida de estratégia, de paciência. Arranquei bem e mantive-me sempre nos três primeiros. Quando o Wesley Gutierrez começou a descolar a chuva aumentou de intensidade e resolvi não arriscar. Estava confortável no segundo posto e optei por segurar os pontos. A moto estava perfeita mas com tanta água na pista a visibilidade era muito reduzida e pensei nas contas do campeonato”, afirmou o piloto da Center Moto Racing

Na categoria GP Light, Nicolas Tortoni, MG Bikes Yamaha Racing, chegou em primeiro, seguido de Rodrigo de Benedictis, da Motonil Motors PDV, em segundo e Juracy Rodrigues, da Black Day Racing Team, em terceiro.

Ainda no sábado (30), Lucas Barros, piloto da Petronas Alex Barros Racing, sofreu uma queda durante os treinos e teve uma lesão, que o impediu de disputar a prova no domingo. Antes da prova começar, ainda na volta de apresentação, seu companheiro na equipe e líder do campeonato, o francês Matthieu Lussiana, também sofreu uma queda, em decorrência da chuva que caía forte no circuito de 3.058 metros.

“A moto estava patinando e saía de traseira na pista molhada. Acabei caindo na volta de apresentação e tive de largar dos boxes. A equipe trabalhou rápido para me colocar novamente na disputa e estava me recuperando, até cair de novo, infelizmente”, lamentou Lussiana, que manteve a liderança do campeonato, mas viu o vencedor da etapa – Wesley Gutierrez – se aproximar na tabela de pontos. São 68 contra 64 pontos agora.

A próxima etapa da ccompetição acontecerá no dia 21 de setembro, no autódromo internacional Ayrton Senna, em Goiânia (GO).

Resultados da quarta etapa do Moto 1000 GP em Cascavel:

GP1000
1º) Wesley Gutierrez (PR/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil, 29min45s834
2º) Miguel Praia (POR/Honda), Center Moto Racing Team, a 11s402
3º) Luciano Ribodino (ARG/Suzuki), Team Suzuki-PRT, a 28s556
4º) Danilo Lewis (SP/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil-RC3, a 54s204
5º) Alan Douglas (PR/Suzuki), Team Suzuki-PRT, a 1min12s331

GP Light
1º) Nicolas Tortone (ARG/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, 16 voltas em 20min25s012
2º) Rodrigo de Benedictis (SP/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil, a 20s041
3º) Juracy “Black” Rodrigues (PR/Kawasaki), Black Day Racing Team, a 23s405
4o) Fernando Neiva (PR/BMW), Black Day Racing Team, a 30s189
5º) Henrique Castro (DF/Kawasaki), City Service BSB Motor Racing a 30s709

Classificação do campeonato GP 1000 (após quatro etapas)
1) Matthieu Lussiana, 68
2) Wesley Gutierrez, 64
3) Miguel Praia, 55
4) Luciano Ribodino,43
5)Danilo Lewis, 39

Classificação do campeonato GP Light (após quatro etapas)
1) Henrique Castro, 63
2) Nicolas Tortone, 56
3) Rodrigo Benedictis, 55
4) Ian Testa, 54
5) Fabinho Adas, 46