GLADIUS

Moto boa é aquela que te diverte

O Motonliner Mauro Lutti comparou as avaliações do Motonline da Suzuki Gladius e da Kawasaki ER6-n e escreveu dizendo que…… Ah, melhor você ler!

Suzuki Gladius: com ela o Mauro Lutti se diverte

Suzuki Gladius: com ela o Mauro Lutti se diverte

Amigos do Motonline, não sei se foi o Bitenca que testou ambas as motos, mas gostaria de deixar registrado uma coisa importante. O fato é que o MOTONLINE não tem tendências. Ou seja, não maquia produtos ou marcas, o que não ocorre com algumas revistas ou comparativos aqui no Brasil infelizmente.

Eu tive uma ER6-n e concordo com tudo o que está escrito no teste. Parabéns! Troquei-a por uma Kawa Z 800, a única moto que andei em minha vida que parecia não ser minha. Não me adaptei à moto, embora tenha seus atributos positivos em retas e arrancadas estupendas, porém não me diverti com a moto….

Então testei a Suzuki Gladius 650. De verdade, eu não queria mais parar de andar na moto. Uma coisa impressionante! Embora não tenha a mesma potência da Z 800, chega fácil a 210 km/h, mas o que me impressionou foram as curvas. Que coisa deliciosa, você brinca como uma criança e a moto está lá na mão! Conclusão não tem 110 hp, nem upside down, nem amortecedor a gás nem 800cc, mas nem sempre o que é mais caro e cheio de acessórios te faz feliz!

Veja o que respondeu o Bitenca:

Mauro, é verdade! Você tem toda razão. Cada um se diverte com a moto que melhor se adapta à sua forma de conduzir e no final das contas, se ajusta mais à personalidade da pessoa. Para cada motociclista a melhor moto será sempre diferente da outra. Afinal, não somos iguais e não há uniformidade nos desejos e motivações. Se não fosse assim a vida seria um tédio (ou uma guerra só), não teria graça não é mesmo?

Acho que quem critica a moto do outro ainda não percebeu isso e se sente de alguma forma ameaçado pela diversidade da vida. No MOTONLINE nós procuramos nos testes e avaliações dar elementos para que o leitor possa entender se a moto em questão vem ao encontro dos seus anseios e sempre de forma positiva, sem criticar essa ou aquela “tribo”. Mensagens publicitárias sempre são facilmente identificadas no portal. Somos todos motociclistas e participamos de uma fraternidade global para um mercado consciente que evolui junto com as pessoas. Abraços!!!