moto-check-up

Moto Check-up oferecerá mais de 20 serviços gratuitos

O movimento Maio Amarelo foi criado para conscientizar sobre os riscos do trânsito e para trabalhar a redução das mais de 50.000 mortes nas rodovias e ruas que ocorrem no Brasil a cada ano (segundo dados da Organização Mundial de Saúde). Dentro deste universo, acontecerá a 20ª edição do Moto Check-Up, promovido pela Abraciclo, Prefeitura de São Paulo e CET, entre os dias 15 e 19 de maio, em São Paulo.

Vigésima edição do Moto Check-up acontecerá em São Paulo, na próxima semana

Vigésima edição do Moto Check-up acontecerá em São Paulo, na próxima semana

A Honda é uma das empresas que já confirmaram presença. “Durante o evento, mecânicos das concessionárias autorizadas da região oferecerão avaliação gratuita de 21 itens básicos das motocicletas, como freios, relação de transmissão, luz de freio, suspensão, pneus, farol, lanterna e espelhos. Os motociclistas também poderão participar de uma palestra sobre pilotagem segura ministrada pelos instrutores do Centro Educacional de Trânsito Honda (CETH), além de uma demonstração de técnicas de frenagem”, informou a marca.

O Moto Check-Up é considerado um dos maiores programas setoriais de avaliação de motos e conscientização no trânsito da América Latina. A atividade será realizado na Marginal Tietê, nos baixos da Ponte Governador Orestes Quércia, a “Estaiadinha”, no lado oposto ao Parque Anhembi, das 10h às 16h. A programação também inclui exibição de vídeos e palestras sobre segurança e presença de líderes das entidades promotoras para integração e aprofundamento de dados e informações.

Segurança no trânsito é o tema central do movimento Maio Amarelo, do qual faz parte o Moto Check-Up

Segurança no trânsito é o tema central do movimento Maio Amarelo, do qual faz parte o Moto Check-Up

O Movimento Maio Amarelo é busca reduzir o número de mortes nas rodovias e ruas. Segundo a OMS, se nada for feito, mais de 1,9 milhão de pessoas devem morrer no trânsito até 2020 (passando para a quinta maior causa de mortalidade) e 2,4 milhões, até 2030. Neste período, entre 20 e 50 milhões de pessoas sobreviverão aos acidentes de trânsito, porém com sequelas muitas vezes incapacitantes. Na cidade de São Paulo, a campanha contará com uma equipe de super-heróis para chamar atenção sobre a gravidade do problema. Já no interior, uma trupe de palhaços irá passar por 12 municípios.

No total, serão cerca de 30 intervenções artísticas em todo o Estado de São Paulo, impactando mais de 175 mil pessoas. Quem passar pelas ações receberá uma revista com história em quadrinhos e atividades, para começar a fazer parte da cultura de paz no trânsito de forma lúdica e divertida. O material também trará os 10 mandamentos do trânsito seguro e, ainda, o papel de cada cidadão para a diminuição desses números tão alarmantes.Separador_motos



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.