Pol Espargaro, Tuenti HP 40, Montmelo RAC

Moto2™: Espargaró vence em casa

Pol Espargaró conquistou a segunda vitória da temporada da Moto2™ após grande disputa com o companheiro de equipe Esteve Rabat no Grande Prémio Aperol da Catalunha deste domingo. No terceiro lugar ficou Tom Lüthi, que volta ao pódio pela primeira vez desde Brno em 2012.

Pol Espargaro, Tuenti HP 40, Montmelo RAC

Pol Espargaro, Tuenti HP 40, Montmelo RAC

Foi uma corrida muito atribulada, com 11 dos 34 pilotos do grid  sem terminar a prova. No sábado Espargaró tinha garantido a pole position e liderava a prova quando foi superado pelo companheiro de equipe na Tuenti HP 40, Rabat, contudo, Espargaró respondeu e recuperou a liderança na 17ª volta. Rabat atacou forte na última volta e acabou terminando os treinos classificatórios a menos de um décimo de segundo do pole-position.

Foram vários os pilotos que tiveram problemas, como foi o caso de Toni Elias (Blusens Avintia), que se viu envolvido no engarrafamento da primeira volta. Foi também um final desapontante para o Campeão do Mundo de Moto3™ Sandro Cortese (Dynavolt Intact GP), que desistiu depois de sair de pista na Curva 10, e para Jordi Torries que caiu com a moto da Aspar Team Moto2 a meio da primeira chicana na 18ª das 23 voltas. Depois de demonstrar boa forma nos treinos, Lüthi ficou muito contente ao subir ao pódio pela primeira vez na temporada, isto apesar de ainda não ter se recuperado totalmente das lesões sofridas em acidente nos testes pré-temporada em Valência. Scott Radding (Marc VDS Racing Team) mantém a liderança do campeonato graças ao quarto lugar, com Takaaki Nakagami (Italtrans Racing Team) terminando a corrida em quinto.

A Catalunha revelou-se uma corrida complicada para o companheiro de equipe de Redding, Mika Kallio, que se classificou em 12º, para depois chegar a estar em nono na corrida. Contudo, acabou caindo para quarto na classificação do campeonato, atrás dos dois pilotos da Tuenti HP 40. Agora Redding conta com uma vantagem de 35 pontos sobre Espargaró, que saltou de quinto para segundo da geral antes da sétima corrida do ano na Holanda.