Romano Fenati recebe os cumprimentos de Rossi pela sua brilhante vitória em Jerez

Moto3™: Fenati vence de forma brilhante em Jerez

A primeira corrida do dia do Grande Prêmio bwin de Espanha teve como vencedor Romano Fenati (SKY Racing Team VR46), que se impôs a Efrén Vázquez (Saxoprint RTG) e Alex Rins (Estrella Galicia 0,0) durante toda a prova e manteve a posição até final.

Romano Fenati recebe os cumprimentos de Rossi pela sua brilhante vitória em Jerez

Romano Fenati recebe os cumprimentos de Rossi pela sua brilhante vitória em Jerez

O grupo lutou de forma muito renhida pela glória ao longo das 23 voltas da corrida de Moto3™, com Fenati levando a melhor sobre os demais por apenas 0,144s de margem. O italiano defendeu-se bem do forte ataque perpetrado por Rins na última volta para dar à KTM o 50º triunfo em Grandes Prêmios.
Quem também cruzou a linha de chegada entre os cinco primeiros foram o líder da classificação Jack Miller (Red Bull KTM Ajo) e Isaac Viñales (Calvo Team), ambos a cerca de um segundo do degrau mais alto do pódio. Jakub Kornfeil (Calvo Team), Alex Marquez (Estrella Galicia 0,0), Francesco Bagnaia (SKY Racing Team VR46), Enea Bastianini (Junior Team Go&FUN Moto3) e Niklas Ajo (Avant Tecno Husqvarna Ajo) completaram a lista dos dez primeiros.

Enquanto isso, Miguel Oliveira (Mahindra Racing) apostou no pneu duro, ao contrário dos demais, o que chegou a parecer a melhor escolha. O português ainda rodou entre os dez primeiros depois de ter largado de 12º no grid, mas na segunda metade da corrida começou a perder terreno e terminou na 14ª posição. Niccolo Antonelli (Junior Team GO&FUN) voltou à corrida depois de ter sofrido queda nos momentos iniciais da prova, mas desistiu logo em seguida.

Gabriel Rodrigo (RBA Racing Team) foi outro piloto que caiu, no meio da corrida, enquanto Scott Deroue (RW Racing GP) e Livio Loi (Marc VDS Racing Team) sofreram acidentes já perto do final, mas nenhum deles se lesionou. Brad Binder (Ambrogio Racing) e Arthur Sissis (Mahindra Racing) desistiram com problemas técnicos, contribuindo para uma lista de sete pilotos que não cruzaram a linha de chegada.

As expectativas de Erik Granado em obter um bom resultado mais uma vez acabaram no início da corrida. O brasileiro foi tocado por outro piloto, levando-o ao chão, sofrendo fratura do dedo mínimo da mão esquerda.

“Foi uma pena o tombo porque este fim de semana estive sempre muito à vontade na moto e pouco a pouco estava recuperando a confiança depois dos problemas que enfrentei em Austin. Trabalhamos duríssimo com a equipe para ter a moto bem ajustada para a corrida e creio que conseguimos. Mas, outra vez, fui tocado por um piloto na primeira volta e acabei caindo. Ali terminou meu final de semana em que tanto eu como a equipe tínhamos grandes expectativas para a corrida. Competição é isso, mas gostaria de ter podido dar à minha equipe e a todos que torcem por mim um bom resultado, como forma de agradecer a tudo o que eles tem feito por mim. Amanhã chego ao Brasil pela primeira vez desde que a temporada começou. Será bom me encontrar com a família e amigos, para esfriar a cabeça e me concentrar para as próximas etapas. Vou aproveitar para me recuperar destes tombos doloridos e retomar minha rotina de treinos.”, declarou o piloto que defende as cores da Calvo Team.