Alex Rins, Estrella Galicia 0,0, em Aragón

Moto3™: Rins supera Viñales e vence em Aragão

Alex Rins venceu o Grande Prêmio Iveco de Aragão de Moto3™, batendo Maverick Viñales após batalha ao longo de toda a corrida. Alex Márquez completou o pódio, enquanto o líder do campeonato Luís Salom superou Miguel Oliveira para terminar em quarto, mas viu a vantagem na geral ser reduzida.

Alex Rins, Estrella Galicia 0,0, em Aragón

Alex Rins, Estrella Galicia 0,0, em Aragón

Depois de ter assinalado a sexta pole da temporada na tarde de sábado, Rins nunca esteve fora da luta pela liderança no domingo, um embate que começou na terceira volta, com Viñales (Team Calvo) e o companheiro de equipe na Estrela Galicia 0,0, Márquez. Mas não tardou a converter-se num duelo a dois até o final da corrida. Contudo, uma excelente avaliação por parte de Rins fez o piloto entrar na reta oposta na última volta na frente e a aumentar a vantagem, o que levou a ele e Viñales se aproximassem um pouco mais do líder do campeonato, Luís Salom.

Márquez teve uma corrida tranquila rumo a mais um pódio, enquanto Salom (Red Bull KTM Ajo) fez o melhor que pôde para limitar os danos ao largar em oitavo no grid para terminar em quarto, batendo Miguel Oliveira (Mahindra Racing) na luta pelo quarto posto. Um desfecho que deixa Salom com nove pontos a mais sobre Rins, enqunato Viñales está a mais três de distância, quando faltam disputar apenas quatro corridas.

Philipp Oettl (Tec Interwetten Moto3 Racing) foi sexto numa prova quase perfeita, onde chegou estar em quarto e marcou a volta mais rápida. Jonas Folger (Mapfre Aspar Team Moto3) foi sétimo, isto depois de ter operado a fratura no tornozelo após a corrida de Misano. O estreante belga Livio Loi (Marc VDS Racing Team) somou um ponto pelo 15º lugar, enquanto Efren Vazquez (Mahindra) fechou o Top 10 depois de ter saído ileso de um incidente na Curva 1, na 16ª volta; o mesmo não foi possível dizer de Zulfahmi Khairuddin (Ajo), que voou da moto, mas conseguiu deixar o local do incidente andando sozinho. O malaio foi levado para o Centro Médico para tratamento, onde foi confirmada fratura no pulso direito; no seu estado atual Khairuddin não deverá conseguir alinhar no GP caseiro em Sepang.

Foram seis os pilotos que não terminaram, enquanto o pelotão foi completado pela piloto Maria Herrera (Junior Team Estrella Galicia 0,0); a jovem piloto chamou à atenção na sexta-feira ao terminar no Top 10 na primeira sessão de treinos livres. Contudo, a jovem, que já venceu no CEV, caiu na primeira volta da prova de hoje e viu-se forçada a largar no final do pelotão.

O brasileiro Eric Granado (Mapfre Aspar Team) terminou a corrida na 16ª posição.

Aragão foi o último evento antes da rodada tripla que vai levar o Mundial à Malásia, Austrália e Japão. O Campeonato do Mundo de Moto3™ prossegue com o Grande Prêmio Shell Advance da Malásia dentro de duas semanas.