Luis Salom da Red Bull KTM Ajo, vencedor em Sepang

Moto3™: Salom bate rins após emocionante disputa

Luís Salom dilatou a vantagem na liderança da Moto3™ ao vencer uma batalha a três. O piloto da Red Bull KTM Ajo superou Alex Rins por 0,069s, com Miguel Oliveira que completou o pódio.

Luis Salom da Red Bull KTM Ajo, vencedor em Sepang

Luis Salom da Red Bull KTM Ajo, vencedor em Sepang

 

Depois de 18 voltas no Circuito Internacional de Sepang, a liderança trocou de mãos praticamente a cada volta, com dramáticas disputas por melhores posições. Salom largou da pole, com Alexi Masbou, da Ongetta-Rivacold, e Niccolo Antonelli, da GO&FUN Gresini Moto3, completando a primeira linha. Masbou assumiu a liderança no início da corrida, mas quando chegou na última volta o gaulês já tinha caído para sétimo enquanto um grupo de seis lutava por posições na frente da corrida.

Liderando na entrada da última volta, Salom perderia a sua vantagem para Rins (Estrella Galicia 0,0), mas recuperou a ponta num momento crítico, enquanto o pelotão passava pela reta oposta. Rins atacou na última volta, mas não conseguiu superar Salom. Em terceiro ficou Miguel Oliveira com o seu primeiro pódio da temporada e da Mahindra Racing, enquanto a lista dos cinco primeiros foi completada pelo colega de equipe de Rins, Alex Marquez e Maverick Viñales (Team Calvo). Jack Miller (Caretta Technology – RTG) foi sexto, mas a um segundo do vencedor.

Pódio da Moto3™ em Sepang com Rins, Salom e Oliveira

Pódio da Moto3™ em Sepang com Rins, Salom e Oliveira

O já referido Masbou terminou o dia em sétimo, à frente de Jonas Folger (Mapfre Aspar Team Moto3), que tinha sido o mais rápido do warm-up, enquanto Ana Carrasco (Team Calvo) ficou muito contente com os primeiros pontos no Campeonato do Mundo com o 15º posto que conquistou. Contudo, foi muita a decepção para Zulfahmi Khairuddin (Red Bull KTM Ajo), que não conseguiu correr em casa, prova em que foi segundo no ano passado. O malaio queixou-se de dores na lesão sofrida no pulso no último Grande Prêmio em Aragão.

Foram oito os pilotos que não terminaram, incluindo o homem da primeira linha do grid Antonelli e Alan Techer (CIP Moto3), que foi levado ao Centro Médico depois de fraturar a rótula. A vitória de Salom deixa-o com 284 pontos a três corridas do final da temporada, 14 a mais que Rins quando estão em luta os 75 restantes. Viñales é terceiro a 26 do líder.

O brasileiro Eric Granado mais uma vez não foi bem e obteve somente a 24ª colocação.