logo-abraciclo

MotoCheck-Up motocicletas e Motociclistas chega a Brasília

Atualmente, há uma motocicleta para cada 7 habitantes. Em Brasília, 10 anos atrás, havia 42 mil motos e hoje são 157 mil, com uma relação de 17 habitantes para cada veículo. A grande maioria das vendas se concentra nos modelos da categoria Street (62,4%) e com motores de pequeno porte, de 51 cm3 a 150 cm3 (72,6%).

Diante deste cenário, a ABRACICLO – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares escolheu Brasília para a realização do 16º MotoCheck-Up, em comemoração à Semana Nacional do Trânsito. Consolidado como o maior programa de avaliação de motocicletas e conscientização de condutores do Brasil, o evento ocorre de 19 a 21 de setembro, das 09h às 16h30, no estacionamento frontal do Estádio Mané Garrincha – Asa Norte.

Durante os três dias do MotoCheck-Up, mecânicos e instrutores de diferentes marcas fazem check-up e oferecem dicas aos motociclistas. Realizado em circuito aberto e com o suporte de quase 20 tendas de serviços gratuitos, o programa tem o objetivo de orientar os participantes sobre as melhores condições de segurança e os conceitos de educação no trânsito. Além disso, os profissionais avaliam gratuitamente as condições mecânicas de 21 itens das motocicletas e demonstram técnicas de pilotagem defensiva dos veículos. Nesta edição, a Abraciclo oferece como novidade a análise específica para motocicletas de grande porte. Para completar, os apoiadores desenvolvem atividades sociais, incluindo a distribuição de brindes e entrega de um vale-troca de óleo completa para cada condutor.

Aperfeiçoamento constante

Nas edições anteriores do programa, a entidade constatou que, entre os itens com maior necessidade de manutenção, o freio traseiro ficou em primeiro lugar, com 45,4% de ocorrências. Com base neste resultado, o MotoCheck-Up passou também a orientar os condutores sobre o procedimento correto de frenagem. “Os motociclistas precisam entender que, com a utilização de ambos os freios, é possível diminuir em até 50% a distância necessária para a parada total do veículo no ato da frenagem, evitando possíveis acidentes com obstáculos ou outros veículos à frente”, explica o executivo.

Desde 2008, foram realizadas 15 edições do MotoCheck-Up, passando  pelos estados de São Paulo (capital, Santos e região do ABC) e Pernambuco (Recife) e totalizando mais de 28 mil participantes.

Confira, a seguir, os principais itens que apresentaram necessidades de reparo ou substituição nas edições anteriores do MotoCheck-Up:

O evento conta sempre com o apoio de órgãos governamentais e institutos, além da participação conjunta das fabricantes de motocicletas. Em Brasília, a Abraciclo tem o apoio do Governo Federal, Ministério das Cidades, Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), Ministério da Saúde, Governo do Distrito Federal (GDF) e Sindmoto – DF. A ação tem o patrocínio das empresas Pirelli, Taurus, Levorin, Alba, ASW, Daido, Revista Motociclismo, NGK e Porto Seguro e deve receber cerca de 2,5 mil participantes.

O MotoCheck-Up é uma realização totalmente institucional e gratuita, não contendo teor de promoção comercial ou cunho partidário.