Motocicletas: balanço de agosto aponta para 2° semestre positivo

O mês de agosto reforçou as boas perspectivas para o setor duas rodas no segundo semestre. Segundo balanço divulgado pela Abraciclo – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares – foram comercializadas no mercado interno (concessionárias) 163.634 motocicletas em agosto, um crescimento de 10,8% ante o mesmo período de 2009 (147.712). Com relação a julho/2010, a alta foi de 11,4%.

A produção seguiu a mesma tendência e alcançou 172.976 unidades em agosto, número 16,8% superior ao mês anterior. Com relação ao mesmo período de 2009, a alta foi de 7,4%. No acumulado do ano (janeiro a agosto), a produção registrou um aumento de 15,6%, com 1.186.624 unidades, contra as 1.026.226 unidades produzidas no mesmo período do ano passado.

“Os dados seguem tendência de crescimento. A retomada do crédito, sinalizada por algumas instituições financeiras, deve incentivar ainda mais os consumidores. Estamos no caminho certo”, afirma Jaime Teruo Matsui, presidente da Abraciclo.

Apesar dos bons resultados, o presidente da entidade faz ressalvas sobre o desempenho do setor: “Podemos sentir essa melhora no desempenho, mas ainda estamos muito aquém do registrado em 2008. Ainda temos muito trabalho até recuperar os níveis de vendas anteriores”, ressalta.

Exportações melhoram
Em agosto, as vendas externas, com 7.087 unidades, registraram um crescimento de 78,4%, ante 3.966 unidades de julho. No acumulado do ano, o crescimento em relação a 2009 é de 11,1%.

“A comercialização com o mercado externo foi uma das que mais sentiu com a crise: tivemos uma redução de mais de 50% nas exportações. Estamos vivenciando uma retomada, mas ainda é algo instável e pouco representativo, considerando que o ano de 2009 foi ruim para o setor. Precisamos de aumento de competitividade do produto nacional para que nosso mercado possa se firmar como exportador”, completa Matsui.