wp_20161019_18_57_31_pro

Motociclismo e solidariedade: é o Megamoto ABC

A união dessas duas palavras foi o tema de um coquetel oferecido para discutir sobre o Megamoto ABC, evento que será promovido pela 3ª Companhia do 6º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano, Secretaria de Cultura do Município de São Caetano do Sul e apoiado por diversos Moto Clubes que estão localizados em algumas Cidades da região da Grande SP – Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Ribeirão Pires, Mauá e Rio Grande da Serra. A pauta do evento é Motociclismo e Solidariedade, sem mais.

No coquetel foram discutidas as diretrizes para a realização do evento, como doação de lucros para as instituições de caridade, captação de recursos e organização.

wp_20161019_18_57_31_pro

Evento vai ajudar instituições de caridade

O propósito do evento é reunir amantes do motociclismo e Moto Clubes em um grande parque da cidade de São Caetano do Sul, em uma grande festa, com a missão de ajudar algumas instituições de caridade.

Instituições apoiadas pelo Megamoto ABC:

http://apmdfesp.com.br/apmdfesp/

http://crami.org.br/

http://www.crecheoswaldocruz.org/

A organização do evento é encabeçada pela PM de São Caetano do Sul, representada pelo capitão PM Terron, além de Moto Clubes, como os Bodes do Asfalto entre outros.

wp_20161019_19_32_59_pro

Capitão PM Terron e representante da OAB de SCS Dr Erasmo Deliberal Jr.

No evento estavam presentes diversos Moto clubes e seus representantes, como os Filhos da Pátria, Carpe Dien, wp_20161019_18_57_55_proAbençoados, Neblina MC, Associação Paulista de Motociclismo, Cavaleiros do Templo ABC, Fratellanza Urbana, Turma da Amizade SBC, Grupo Espírito de 32, além do Rota 99 Santo André.

A primeira edição do Megamoto ABC será realizado na cidade de São Caetano do Sul nos dias 3 e 4 de dezembro de 2016.

Entre no site do evento, programe-se para participar e ajudar a quem precisa!

Link do evento:

http://www.megamotoabc.com.br/

 

 

 

Separador_motos

Reportagem e Fotos: Patriarca / Texto de Jan Terwak