Motociclistas criticam resolução que autoriza escurecimento do vidro dos carros

Motociclistas criticam resolução que autoriza escurecimento do vidro dos carros

Motociclistas criticam resolução que autoriza escurecimento do vidro dos carros

O presidente da Associa‡Æo dos Motociclistas do Estado do Rio (AMO-RJ), Alo¡sio Braz, criticou a nova resolu‡Æo do Conselho Nacional de Trƒnsito (Contran) que permite o aumento do escurecimento dos vidros traseiros dos ve¡culos.

Segundo Braz, a medida vai provocar um aumento do n£mero de acidentes com motociclistas em todo o pa¡s.
— Por ser um ve¡culo pequeno, de duas rodas, a visualiza‡Æo da motocicleta pelos motoristas ‚ dificultada. Se o Contran autoriza o escurecimento dos vidros traseiros dos ve¡culos, este risco s¢ tende a aumentar nas ultrapassagens feitas pelos motociclistas — alertou.

Segundo Braz, somente no Estado do Rio existem mais de 500 mil motocicletas emplacadas pelo Detran, com um aumento m‚dio anual da frota em torno de 15%. Este percentual ‚ at‚ maior em outros estados:
— Infelizmente, os legisladores e as autoridades ainda nÆo ca¡ram na realidade sobre a presen‡a cada vez maior das motocicletas como ve¡culo de trabalho, de locomo‡Æo para o trabalho ou como meio de transporte para o turismo. Os motociclistas, atrav‚s das suas entidades representativas, precisam ser ouvidos em qualquer projeto relativo aos meios de transporte individual ou coletivo, al‚m de mudan‡as urbanas e operacionais no trƒnsito das cidades — apelou o presidente da AMO-RJ.