Motociclistas querem que montadoras forneçam capacetes

Motociclistas querem que montadoras forneçam capacetes

Motociclistas querem que montadoras forneçam capacetes

O presidente da Associa‡Æo dos Motociclistas do Estado do Rio (AMO-RJ), Alo¡sio Braz, vai pedir nesta segunda-feira ao ministro das Cidades, M rcio Fortes, que inclua as motocicletas zero quil“metro na Resolu‡Æo 245 do Conselho Nacional de Trƒnsito (Contran), publicada no dia 1§ de agosto, que obriga as montadoras de ve¡culos a equipar os carros, fabricados a partir de 1§ de agosto de 2009, com sistema antifurto, que permita bloqueio e rastreamento.

No documento que est  encaminhando a M rcio Fortes, Braz pede que as montadoras de motocicletas sejam obrigadas a fornecer o item mais importante para a seguran‡a dos motociclistas, que ‚ o capacete. Ele lembra que os ve¡culos sÆo obrigados a sa¡rem das f bricas com estepe, triƒngulo, chave de roda, extintor de incˆndio e, a partir de 2009, com equipamento antifurto:

— Atualmente, cerca de 35 milhäes de brasileiros usam a motocicleta como meio de transporte. Ao contr rio dos motoristas de ve¡culos, n¢s somos obrigados a comprar os equipamentos de seguran‡a. Se o ministro atender a reivindica‡Æo das 17 associa‡äes de motociclistas do Brasil, certamente vamos reduzir a incidˆncia de morte de motociclistas, que muitas vezes perdem a vida nÆo por falta de experiˆncia, mas por falta de capacetes de boa qualidade e devido as armadilhas que existem nas nossas ruas e estradas — lamentou o presidente da AMO-RJ, que est  pedindo audiˆncia ao ministro para apresentar as reivindica‡äes dos motociclistas.

Paulo Roberto Ara£jo


A seguinte mensagem do motonliner em 5/8/07:
àtima a iniciativa do presidente da Associa‡Æo dos Motociclistas do Estado do Rio (AMO-RJ), Alo¡sio Braz, ao propor que as motos 0km j  saiam de f brica com capacete para o piloto. S¢ discordo que a inclusÆo desse item de seguran‡a obrigat¢rio – que certamente ir  escarecer o pre‡o final de venda – resultar  na diminui‡Æo de acidentes. Como sempre diz o Tite, o grande problema ‚ o pr¢prio motociclista, ali s, o motoqueiro. Aqui na RegiÆo Oceƒnica de Niter¢i a maioria nÆo usa capacete nem qualquer outro item de seguran‡a, contando com a descarada omissÆo das “autoridades” que vˆem motos passarem sem placa, lanterna traseira, farol etc. e os pilotos invariavelmente sem capacete.  uma mistura perigosa de irresponsabilidade com alta velocidade, sob o olhar complacente dos policiais. Acho que ‚ o retrato do nosso lisarB, onde tudo ‚ ao contr rio!!!

Ralph – Niter¢i, RJ