Foto: Wellington Garcia, piloto da categoria MX2 do Brasileiro de Motocross

MOTOCROSS – Canelinha (SC) define dois campeões brasileiros

Foto: Wellington Garcia, piloto da categoria MX2 do Brasileiro de Motocross

Foto: Wellington Garcia, piloto da categoria MX2 do Brasileiro de Motocross

Canelinha (SC) – Sobrou emo‡Æo na s‚tima etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, disputada neste domingo (dia 19), em Canelinha (SC).

A prova definiu mais dois campeäes nacionais e foi marcada pela excelente presen‡a de p£blico, estimado em aproximadamente 25 mil pessoas. O goiano Wellington Garcia venceu a prova da MX2 e levou o t¡tulo antecipado da categoria. A MXJr tamb‚m foi definida, com a conquista de Jean Ramos, que terminou a prova na terceira coloca‡Æo.

A prova de Canelinha marcou tamb‚m a festa do catarinense Milton Becker, o Chumbinho, que j  tinha o t¡tulo nacional assegurado, mas comemorou mais uma vit¢ria ao lado de sua torcida. Com isso, ficou para a £ltima etapa do Brasileiro, em Rio das Ostras (RJ), dias 15 e 16 de setembro, a defini‡Æo das categorias MX1, 65cc e 85cc.

MX3 – “Em casa”, o catarinense Milton Becker, o Chumbinho, fez a verdadeira festa pelo t¡tulo brasileiro, conquistado em Cianorte (PR), na sexta etapa da competi‡Æo. Neste domingo ele assumiu a primeira coloca‡Æo na segunda volta e foi assim at‚ o final. “Aqui a comemora‡Æo ‚ muito maior. Desde que me conhe‡o por gente eu corro nesta pista”, afirmou. Depois de receber a bandeirada, Chumbinho desfilou por toda a pista, para del¡rio do p£blico que superlotou o mot¢dromo.

MX2 – De ponta a ponta o goiano Wellington Garcia venceu a bateria e conquistou o t¡tulo da categoria com uma etapa de antecipa‡Æo. “Este ‚ um momento muito importante da minha carreira. Quero comemorar muito”, disse o piloto, que logo ap¢s cruzar a linha de chegada j  era esperado por seu pai com uma camisa n£mero 1. Em segundo chegou o paranaense Leandro Silva.

65cc – A disputa foi acirrada entre Kaio Miranda e Eduardo Rudnick. Os dois duelaram durante toda a prova e, no final, Kaio levou a melhor, venceu a prova e assumiu a lieran‡a do campeonato. O ga£cho Gustavo Roratto, ex-l¡der, chegou na terceira coloca‡Æo.

85cc – Na 85cc, a briga ficou entre os companheiros de equipe Gustavo Takahashi e Hector Assun‡Æo. A dupla cruzou a linha praticamente junta, mas Takahashi foi o vencedor e evitou que o Hector faturasse o t¡tulo com uma rodada de antecedˆncia. “Fiz uma boa largada, mas o Hector esteve sempre perto”, contou o vencedor, que segue na briga pelo campeonato.

MXJr – Comemora‡Æo dupla na categoria MXJr. O catarinense Anderson Cidade venceu a prova, mas quem fez a festa realmente foi o paranaense Jean Ramos. Ele cruzou a linha na terceira coloca‡Æo, o suficiente para definir o t¡tulo de campeÆo brasileiro. “Larguei mal, mas consegui me recuperar e passei o Rafael Ramos. No final, diminui o ritmo, errei um pouco e o Dudu Lima me ultrapassou. Mas o importante foi o t¡tulo”, contou Jean.

MX1 – O vencedor da prova foi o goiano Wellington Garcia, mas a torcida local vibrou com o catarinense JoÆo Paulino, o Marronzinho. Ele caiu na largada, se recuperou e durante a bateria realizou 17 ultrapassagens, chegando na segunda coloca‡Æo. “Eu estava muito r pido. Infelizmente, cai e estraguei minha corrida. Mas fiz o que pude e agora vamos esperar pela final”, afirmou Marronzinho.

O ve ncedor da prova, Wellington Garcia, vibrou com o resultado. “Foi um fim de semana perfeito. Fui campeÆo da MX2 e s¢ nÆo conquistei o t¡tulo antecipado da MX1 porque o Marronzinho fez uma ¢tima corrida”, afirmou o vencedor, que agora abriu 17 pontos de vantagem e est  bem pr¢ximo da conquista.

Clique aqui e confira os resultados da prova de Canelinha e a classifica‡Æo do Campeonato Brasileiro de Motocross.