Foto: Wellington Garcia, piloto da MX1 do Team Honda

MOTOCROSS – Goianos do Team Honda investem na recuperação

Foto: Wellington Garcia, piloto da MX1 do Team Honda

Foto: Wellington Garcia, piloto da MX1 do Team Honda

Pilotos Wellington Garcia (categoria MX1) e Everaldo Filho (85cc) apresentam evolução no tratamento de fraturas

Recuperação é palavra de ordem para os pilotos goianos do Team Honda. Grande destaque em 2007, temporada em que conqu istou seis títulos, Wellington Garcia, da categoria MX1, apresenta evolução no tratamento de uma fratura no pé esquerdo. Depois de passar por cirurgia, o atleta tirou os pontos no início da semana e começou as sessões de fisioterapia. Everaldo Filho, que quebrou o braço direito, um pouco acima do pulso, já não sente dores e espera retornar às pistas na fase final do Campeonato Brasileiro de Motocross e de Arena Cross na categoria 85cc.

Embora a vontade de competir seja grande, Wellington Garcia quer estar 100% recuperado para voltar a acelerar pelo Team Honda. “Estou me sentindo muito bem, sem dores – que eram constantes após a cirurgia. A minha prioridade é a total recuperação. Se eu conseguir voltar ainda este ano, vou antecipar a preparação para a temporada 2009″, comentou o piloto.

A previsão inicial de retorno às pistas é de 60 a 90 dias. No próximo dia 4 de agosto, um mês após a cirurgia, Wellington tem outra radiografia marcada e este prazo pode ser revisto. O goiano sofreu uma queda e machucou o pé esquerdo durante a sexta etapa do Brasileiro de Motocross, em Sonora (MS), no final de junho.

Até a quinta corrida da competição nacional, Wellington era o vice-líder da MX1 – categoria que ele mantinha a ponta da tabela no Brasileiro de Arena Cross. “Estou freqüentando uma clínica de fisioterapia especializada em medicina esportiva. E tenho procurado ficar bastante deitado com o pé para cima, para evitar inchaço”, continuou o piloto.

A fratura de Everaldo Filho é mais recente. Ele quebrou o braço no dia 12 de julho, na disputa da quarta etapa do Brasileiro de Arena Cross. “Estou com o braço todo engessado, mas daqui a duas semanas volto ao médico para trocar o curativo. Vou colo car um gesso curto, somente no antebraço. Tenho ficado bastante em repouso para melhorar o quanto antes”, contou o jovem competidor, fazendo planos para o retorno. “Se tudo der certo, volto a competir na fase final do Brasileiro de Motocross e de Arena Cross, no final de agosto.”

Na torcida – Enquanto dão seqüência aos tratamentos, os pilotos goianos aproveitam para aumentar a torcida do Team Honda. Os dois passaram o último final de semana acompanhando pela Internet as corridas decisivas do Campeonato Latino-Americano de Motocross da categoria MX2, realizadas em Rondônia. O título foi definido nos momentos finais, com vitória inédita de Jean Ramos.

“Foi emocionante. O Leandro Silva estava muito perto do título, mas infelizmente não conseguiu completar a prova. Fiquei contente pelo Jean Ramos ter conseguido vencer, mantendo a taça com o Team Honda”, concluiu Wellington Garcia.