Foto: Tales Vilardi venceu a categoria 85cc e conquistou o t¡tulo antecipado

Motocross – Sétima etapa acirra briga pelo título

Foto: Tales Vilardi venceu a categoria 85cc e conquistou o t¡tulo antecipado

Foto: Tales Vilardi venceu a categoria 85cc e conquistou o t¡tulo antecipado

SÆo Paulo – A s‚tima e pen£ltima etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, que aconteceu no £ltimo final de semana, dias 1§ e 2 de outubro, em Cianorte, Paran , deixou em aberto a briga pelos t¡tulos das duas principais categorias desse esporte, a MX1, antiga 250cc, e a MX2, antiga 125cc. Poucos pontos separam os dois primeiros colocados nessas categorias, o que faz a £ltima prova, em Santa Luzia, na Grande Belo Horizonte (MG), nos dias 29 e 30 de outubro, ficar ainda mais emocionante.

Na MX1, categoria mais potente do Brasileiro, o catarinense JoÆo Paulino, o Marronzinho, ainda ‚ l¡der, por‚m ficou atr s do paulista Roosevelt de Freitas nas trˆs £ltimas etapas. Em Cianorte, o ganhador foi Jorge Balbi, mas ele corria como convidado e por isso seus resultados nÆo contaram. Roosevelt, que ficou em segundo, levou entÆo os 25 pontos do vencedor, e Marronzinho, que chegou em terceiro, somou os 20 pontos que iriam para o segundo colocado. Agora, na classifica‡Æo, Marronzinho tem 151 pontos contra 148 de Roosevelt.

“Infelizmente eu podia estar com mais vantagem, mas agora ‚ isso. Vamos decidir o t¡tulo na £ltima corrida”, afirmou Marronzinho ap¢s a prova em Cianorte.

Na MX2, categoria que atrai mais participantes no Nacional, quatro pilotos tˆm chance de levantar a ta‡a. Em quinto no campeonato, com 98 pontos, o paulista Wellington Garcia precisa de praticamente um milagre. Ele, que nÆo ganhou nenhuma das corridas at‚ agora (seu melhor resultado foi o segundo lugar em Cianorte), necessita da vit¢ria e ainda deve torcer para seus concorrentes enfrentarem um dia de muito azar. Ele est  a 24 pontos do l¡der, o tamb‚m paulista Marcello Ferreira, que tem 122 pontos.

Em terceiro na classifica‡Æo, o rondoniense Rodrigo Selhorst, est  com 105 pontos. Sua situa‡Æo tamb‚m ‚ dif¡cil, mas ele atribui isso ao azar. Em Cianorte, Rodrigo fez o terceiro tempo no treino cronometrado, mas sua moto quebrou durante a prova e ele nÆo pontuou.

A etapa de Cianorte foi vencida pelo paulista Rafael Zenni. Com isso, ele chegou a 117 pontos, a apenas cinco do l¡der Marcello Ferreira. Uma vit¢ria na £ltima corrida lhe d  o t¡tulo, pois ele ficaria com um triunfo a mais que Marcello. EntÆo, mesmo que eles empatem em pontos, Rafael levaria vantagem no primeiro crit‚rio de desempate, justamente o n£mero de vit¢rias.

Outras categorias
Na MX, o t¡tulo do Brasileiro havia sido decidido na sexta etapa. O campeÆo ‚ o catarinense Milton Becker, o Chumbinho. J  a s‚tima etapa decidiu os t¡tulos das duas categorias de base. Hector Freitas Assun‡Æo e Thales Villardi, que, respectivamente, ganharam com uma corrida de antecipa‡Æo os t¡tulos das categorias 65cc (7 a 12 anos) e 85cc (11 a 14 anos).

O Brasileiro ‚ disputado em oito etapas nas seguintes categorias: MX1 (15 a 45 anos), MX2 (14 a 45 anos), MX3 (Mulheres 14 a 55 anos e Homens de 35 a 55 anos), 85cc (11 a 14 anos) e 65cc (7 a 12 anos).

O Campeonato Brasileiro de Motocross ‚ organizado pela Confedera‡Æo Brasileira de Motociclismo (CBM) e patrocinado pela Honda, Mobil e Dunas Race.