Marc Marquez da Repsol Honda Team foi "matador" na Argentina

MotoGP™: Márquez gigantesco na Argentina

O que faltou de emoção na Moto2 sobrou na Categoria Rainha. A espetacular corrida de MotoGP™ do Grande Prêmio Red Bull da República Argentina foi de arrepiar, principalmente nas primeiras voltas, e terminou com Marc Márquez (Repsol Honda Team) conquistando a terceira vitória do ano, à frente de seu companheiro de equipe Dani Pedrosa e Jorge Lorenzo da Movistar Yamaha MotoGP.

Marc Marquez da Repsol Honda Team foi "matador" na Argentina

Marc Marquez da Repsol Honda Team foi "matador" na Argentina

A corrida no circuito de Termas de Río Hondo começou com Márquez largando mal, sendo ultrapassado várias vezes na primeira volta, mas o Campeão do Mundo optou por usar de calma e recuperar posições tranquilamente para chegar ao segundo posto, para depois ir atrás de Lorenzo e passá-lo a oito voltas do final.

O colega de equipe de Márquez, Pedrosa, também teve um dia positivo, mantendo-se sempre em contato com os dois primeiros para superar Lorenzo na penúltima volta e assegurar o terceiro pódio da temporada, depois do terceiro lugar no Qatar e do segundo em Austin. Valentino Rossi da Movistar Yamaha MotoGP chegou a estar em segundo no início da corrida, mas perdeu a trajetória em uma curva e caiu para a sétima posição, antes de recuperar terreno para concluir a prova em quarto.

Enquanto isso, Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP) e Andrea Iannone (Pramac Racing) apresentaram desempenho sólido que lhes permitiu concluir a corrida nas quinta e sexta posições, respectivamente. A dupla da Monster Yamaha Tech3, Braldey Smith e Pol Espargaró, ficaram dentro dos dez primeiros, que contou ainda com a presença de Andrea Dovizioso (Ducati Team) e do melhor piloto Open, Hiroshi Aoyama (Drive M7 Aspar) – o nipônico cruzou a linha de chegada com 0,073s de vantagem sobre o colega de equipe Nicky Hayden.

Aleix Espargaró (NGM Forward Racing) foi 15º após queda no início da corrida, enquanto Álvaro Baustista (GO&FUN Honda Gresini) ficou outra vez sem marcar pontos devido a acidente na primeira volta, tal como Danilo Petrucci (IodaRacing Project); ambos caíram na primeira curva, mas em incidentes separados. Cal Crutchlow não participou da etapa argentina por estar se recuperando de lesões sofridas em Austin.

Resultado da etapa na Argentina – MotoGP™:

Detalhes do novo circuito argentino:

O Circuito Termas do Río Hondo fica a 6 km da cidade que lhe dá o nome, na província de Santiago del Estero. Foi construído numa área de 150 hectares e inaugurado oficialmente a 11 de Maio de 2008, durante a visita do Campeonato da Argentina de Carros de Turismo. Em 2012 tiveram início as obras de remodelação, aumento e modernização do traçado com o propósito de torná-lo o mais moderno, seguro e emocionante circuito da América Latina.