Dani Pedrosa da Repsol Honda Team em Phillip Island

MotoGP™: notícias do padock – 18/10

OS NÚMEROS DO GRANDE PRÊMIO TISSOT DA AUSTRÁLIA

Sem dúvida a grande notícia da chegada da trupe da MotoGP™ a Phillip Island é a possibilidade de Marc Márquez se tornar no mais jovem Campeão do Mundo de MotoGP™ de todos os tempos. Mas são muitos os outros números e fatos interessantes …

300 – O segundo lugar de Marc Márquez no Grande Prêmio da Malásia fo oi 300º pódio da Honda na classe de MotoGP™.

33 – Marc Márquez necessita apenas de somar 33 pontos nas últimas três corridas do ano para garantir a conquista do título de MotoGP™ mesmo que o rival mais próximo, Jorge Lorenzo vença as três provas que ainda faltam disputar.

31 anos – Damian Cudlin celebra o 31º aniversário no dia da qualificação do Grande Prêmio caseiro.

30 – O quinto lugar de Dominique Aegerter no Grande Prêmio da Malásia foi a 30ª corrida consecutiva que pontuou. A última vez que ficou sem marcar pontos foi quando terminou em 18º na corrida de abertura da temporada passada, no Qatar. Apenas dois pilotos ao longo dos 65 anos de história dos Grandes Prêmios contam com sequências mais longas de resultados consecutivos na categoria intermédia: Luca Cadalora com 34 e Andrea Dovizioso com 31.

25 – A vitória de Dani Pedrosa em Sepang foi a sua 25ª na MotoGP. Trata-se do mesmo número de vitórias em GPs da categoria rainha conseguidos pelo Campeão do Mundo de 500cc de 1993, Kevin Schwantz ao longo da carreira.

22 anosZulfahmi Khairuddin celebra o 22º aniversário no dia da corrida do Grande Prêmio da Austrália.

18 – Os pilotos KTM venceram as últimas 18 corridas de Moto3™ e a marca austríaca pode agora igualar um recorde já que apenas a Honda conta com sequência mais longa de vitórias sucessivas na classe de 125cc/Moto3™: 19 nas temporadas de 1990/91.

17 anos – No dia do Grande Prêmio da Austrália passam-se exatamente 17 anos da data em que Loris Capirossi venceu pela primeira vez na classe de 500cc, no GP da Austrália de Eastern Creek, em 1996. Mick Doohan e Alex Criville lutaram pelo triunfo, mas os dois colegas de equipe colidiram na última volta.

11 anos – No dia da corrida na Austrália passam-se exatamente 11 anos desde que Jeremy McWilliams, pilotando uma Team KR Proton, se qualificou na pole para a corrida de MotoGP de 2002 em Phillip Island. Esta foi a última pole de uma 2 tempos na categoria rainha e a primeira da Bridgestone.

8 – No GP da Malásia Marc Márquez largou da pole pela oitava vez em 2013. Apenas dois pilotos na era do MotoGP™ contam com oito, ou mais, pole positions numa só temporada: Valentino Rossi (nove em 2003) e Casey Stoner (nove em 2008 e 12 em 2011).

5 – Phillip Island é um de apenas cinco circuitos do presente calendário em que Jorge Lorenzo ainda não venceu na MotoGP™; os outros são Sachsenring, MotorLand Aragón, Sepang e Circuito das Américas.

5 – Phillip Island é também um de apenas cinco dos atuais traçados onde Dani Pedrosa ainda não venceu na MotoGP™; os outros são Losail, Circuito das Américas, Assen e Silverstone.

DIA ATRIBULADO PARA MÁRQUEZ E PEDROSA

Dani Pedrosa da Repsol Honda Team em Phillip Island

Dani Pedrosa da Repsol Honda Team em Phillip Island

O líder do Campeonato do Mundo de MotoGP™ Marc Márquez sofreu uma queda no início da segunda sessão detreinos livres do Grande Prêmio Tissot da Austrália nesta sexta-feira (18), enquanto o colega de equipe na Repsol Honda, Dani Pedrosa, teve estranho problema mecânico no final e terminou em quarto.

Na verdade, o primeiro dia de treinos de Phillip Island terminou com Márquez e Pedrosa nas segunda e quarta posições, respectivamente, nas tabelas de tempos combinados. Márquez caiu na Curva 9 da pista australiana no início do segundo treino livre e não conseguiu igualar os tempos da manhã, enquanto Pedrosa viu-se forçado a parar na pista devido a problema mecânico causado por um erro da sua equipa. Um parafuso dos apoio do motor de Pedrosa não estava convenientemente apertado e soltou-se. Ele deu pela existência de um problema e parou de imediato a moto fora da pista e em segurança.

INFORMAÇÕES DO CIRCUITO

Philip Island, a casa do esporte motorizado australiano, está repleto de tradição competitiva, com as primeiras corridas de automóveis realizadas em estradas públicas nos anos 20 do século passado. A primeira corrida de motos teve lugar em 1931 e o traçado permanente foi construído em 1956. O circuito caiu em desprezo durante os finais da década de 70, inícios de 80, até ter sido comprado em 1985 e ter sido alvo de melhoramentos na ordem dos 5 milhões de dólares australianos. A MotoGP retornou em 1989 e 1990, antes de fazer da pista uma parada obrigatória do calendário a partir de 1997.

O Circuito de Phillip Island conta com uma paisagem de perder a respiração, com o mar ao fundo, e é uma das pistas mais rápidas do calendário. Continua a oferecer algumas das mais espetaculares corridas de MotoGP todos os anos.