Demonstração do piloto atingindo ângulo de inclinação de 64º

MotoGP™ – notícias do padock – 29/9

OS NÚMEROS DO GRANDE PRÊMIO IVECO DE ARAGÃO

Aragão será o palco da 14ª das 18 etapas do Campeonato do Mundo de MotoGP™. Há quem diga que o número mais importante é o 25, os pontos de uma vitória num grande prêmio, mas há sempre muitos mais fatos no ar…

71Bradley Smith somou 71 pontos nas 13 primeiras corridas da classe de MotoGP™, o que é já o maior total de um britânico na temporada de estreia no MotoGP™ desde que James Toseland totalizou 105 pontos em 2008.

43 anos – No primeiro dia de treinos do Grande Prêmio de Aragão passaram-se exatamente 43 anos do dia em que Barry Sheene estreou nos grandes prêmios no circuito citadino de Montjuic, em Barcelona, pilotando uma Suzuki. Sheene liderou a corrida nos momentos iniciais, terminando em segundo, atrás de Angel Nieto.

28 – O quinto lugar de Dominique Aegerter em São Marino foi o 28º resultado consecutivo com marcação de pontos. A última corrida em que ficou sem marcar foi na primeira prova do ano passado, no Qatar, em que terminou em 18º. Essa foi a única vez em 39 corridas na Moto2™ que Aegerter não pontuou. Por coincidência, o suíço festeja o 23º aniversário na segunda-feira após o GP de Aragão.

28 – No dia da corrida do Grande Prêmio de Aragão, Dani Pedrosa celebra 28 anos.

25Nico Terol celebrou 25 anos no primeiro dia de treinos.

16 – Os pilotos KTM venceram as últimas 16 corridas de Moto3™. Esta é a terceira mais longa sequência de vitórias sucessivas na categoria mais baixa por parte de um construtor. Só a Honda conta com sequências mais longas: 19 vitórias nas temporadas 1990/91 e 17 em 1992/93.

4 – Os mesmo três pilotos (Jorge Lorenzo, Dani Pedrosa e Marc Márquez) estiveram no pódio nas últimas quatro corridas de MotoGP™. Esta á primeira vez na história que os mesmos três pilotos terminam no pódio em quatro corridas consecutivas da categoria rainha dos grandes prêmios.

4 Valentino Rossi terminou em quarto nas últimas quatro corridas. Esta é apenas a segunda vez na história que o mesmo piloto terminou em quarto em quatro provas consecutivas da categoria rainha. O outro piloto com igual registo é Ron Haslam, que foi quarto em quatro GPs consecutivos de 500cc na temporada de 1984.

3 – Com Yuki Takahashi a não ter partido para a corrida de Misano são agora apenas três os pilotos que partiram em todas as corridas de Moto2™ disputadas desde a estreia da classe em 2010: Scott Redding, Dominique Aegerter e Simone Corsi.

3 – Aragão é um dos apenas três traçados do atual calendário do Mundial em que Jorge Lorenzo não conquistou uma vitória em qualquer uma das três classes dos grandes prêmios; os outros dois são Sachsering, na Alemanha, e o Circuito das Américas em Austin, Texas, traçado estreou este ano no calendário.

2 – No Grande Prêmio de Aragão Maria Herrera Muñoz vai participar na Moto3™. Isso significa que, pela primeira vez desde o GP de Espanha de 1994, o grid contará com duas pilotos. Nesse GP de Espanha em particular Daniela Tognoli e Tomoko Igata foram para a corrida de 125cc.

2 – Aragão é um de apenas dois dos presentes traçados do calendário, ao lado de Austin, onde a Yamaha nunca venceu na categoria de MotoGP™.

2 – Dois pilotos Ducati terminaram no pódio no primeiro Grande Prêmio de Aragão em 2010, com Casey Stoner vencendo a corrida e Nicky Hayden terminando em terceiro. Essa foi a última vez até à data em que a Ducati colocou dois pilotos no pódio do MotoGP.

A EXPERIÊNCIA DO ÂNGULO DE INCLINAÇÃO
Pergunte aos estreantes qual é a coisa que mais os impressiona no MotoGP™ e são muitas as vezes em que a resposta não é a velocidade, apesar dos pilotos chegarem a rodar a mais de 350 km/h.

Comparação da capacidade de inclinação entre várias categorias de motos e as do MotoGP™

Comparação da capacidade de inclinação entre várias categorias de motos e as do MotoGP™

Com mais frequência do que se podia pensar, são os ângulos de inclinação que os pilotos atingem em curva, fazendo pêndulo nas motos, andando o mais rápido possível, é que mais impressiona os novatos. Com as grandes melhorias nos últimos anos na tecnologia dos pneus, com particular preocupação no que diz respeito à “aderência lateral” no ombro dos pneus, os pilotos atingem ângulos impressionantes que podem chegar aos 64º face à vertical – um feito impressionante quando comparado com as capacidades de fazer curva de outras motos.

Demonstração do piloto atingindo ângulo de inclinação de 64º

Demonstração do piloto atingindo ângulo de inclinação de 64º

Na véspera do Grande Prêmio Iveco de Aragão a Yamaha YZR-M1 do Campeão do Mundo de MotoGP Jorge Lorenzo, fez uma demonstração com a moto parada na reta de chegada do MotorLand Aragón, numa plataforma especial para reproduzir o ângulo máximo de inclinação conseguido no MotoGP™, experiência gravada em vídeo.

Durante a transmissão do Grande Prêmio deste fim-de-semana, serão introduzidos dois novos gráficos que vão demonstrar bem como é que os pilotos tiram o máximo partido da aderência lateral, para atingirem a inclinação máxima e que também possibilitarão a comparação do estilo de pilotagem entre os pilotos.

Veja matéria publicada recentemente pelo Portal Motonline sobre esse tema:  clique aqui

HORÁRIOS DE TRANSMISSÃO DAS CORRIDAS

O canal SporTV2 transmitirá as corridas ao vivo nos seguintes horários:

Moto3™ – 16H30
Moto2™ – 17H30
MotoGP –  18H30