Lorenzo perde o controle da moto por causa de uma poça d'água

MotoGP™: Jorge Lorenzo sofre queda e fratura clavícula

Lorenzo perde o controle da moto por causa de uma poça d'água

Lorenzo perde o controle da moto por causa de uma poça d'água

O atual campeão Jorge Lorenzo está fora do Ivecto TT Assen, GP da Holanda do MotoGP™, que acontece no próximo final de semana. Lorenzo fraturou a clavícula esquerda em consequência de forte queda em alta velocidade, sofrida no treino da tarde de quinta-feira. Por causa de uma lâmina d’água sobre a pista, o piloto foi catapultado da sua moto, caindo sobre o ombro esquerdo. O acidente aconteceu na parte rápida do circuito de Assen, num dos pontos mais velozes do circuito.

Sequência da queda: Lorenzo catapultado, escorregando na pista e já levanta segurando o braço da clavícula lesionada

Sequência da queda: Lorenzo catapultado, escorregando na pista e já levanta segurando o braço da clavícula lesionada

Lorenzo foi transportado de ambulância para o centro médico, onde lhe foram aplicados analgésicos contra a dor. Logo em seguida houve a temida confirmação da fratura da clavícula.. Ele vai agora passar 12 horas em observação no hospital de Assen, onde será também submetido a ressonância magnética antes de regressar a Barcelona, para ser operado ao final de sábado, ou na manhã de domingo.

Cuidados com o braço lesionado ao entrar na ambulância e saída para o hospital de Assen

Cuidados com o braço lesionado ao entrar na ambulância e saída para o hospital de Assen

“O Jorge sofreu um acidente a mais de 200 km/h e a lesão, óbvia neste momento, é uma fractura da clavícula esquerda”, explicou o Dr. Xavier Mir. “Contudo, como foi um acidente significativo, temos de prever a possibilidade de também existir lesões na cabeça, tórax ou região abdominal. De momento o piloto vai para o hospital, em Assen, onde serão feitas ressonâncias magnéticas para excluir qualquer possibilidade de outras lesões. Também será prudente observá-lo durante as próximas 12 horas para garantir que pode ser tratado pelos especialistas apropriados quando chegar a Barcelona amanhã”.

Esta não é a primeira vez que Lorenzo se lesiona no mesmo ombro; em novembro de 2009 o espanhol foi operado para remoção de placa de titânio que lhe tinha sido colocada na clavícula após acidente na corrida de 250cc no Circuito da Catalunha em 2005. Depois desse acidente Lorenzo voltou a sofrer lesão no mesmo ombro em consequência de acidente num teste pré-temporada em Valência.

Lorenzo chegou a Assen após duas vitórias consecutivas nos Grandes Prémios de Itália e da Catalunha e na segunda posição no Campeonato de Pilotos, a apenas sete pontos do líder Dani Pedrosa (Repsol Honda Team).