Marc Márquez volta às vitórias no Grande Prêmio da Inglaterra

MotoGP™: Márquez volta a vencer em Silverstone

O Grande Prêmio Hertz da Inglaterra foi palco de grande disputa entre Marc Márquez e Jorge Lorenzo, com o Campeão do Mundo retornando àsvitórias enquanto Valentino Rossi se juntou aos dois espanhóis no lugar mais baixo do pódio. Lorenzo tomou a iniciativa e saltou para a liderança da prova desde o início, mas Márquez não descolou dele e levou a luta pelo vitória sobre o rival da Movistar Yamaha MotoGP. Márquez teve ritmo para passar Lorenzo, mas cometeu dois pequenos erros que deram ao piloto da Yamaha a possibilidade de recuperar a liderança por duas vezes.

Marc Márquez volta às vitórias no Grande Prêmio da Inglaterra

Marc Márquez volta às vitórias no Grande Prêmio da Inglaterra

A dupla degladiou-se até à última volta, chegando mesmo a tocar-se a dada momento da provra, mas no final a vitória foi para Márquez (Repsol Honda) com 0,732s de vantagem sobre Lorenzo. O resultado dá a Márquez o recorde de tornar-se o primeiro piloto, desde Valentino Rossi em 2005, a vencer 11 corridas em uma mesma temporada da MotoGP™, isto além de ter representado o retorno do líder da classificação geral às vitórias, após o quarto lugar de Brno.

O nove vezes Campeão do Mundo Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP) foi perseguido de perto por Dani Pedrosa (Repsol Honda Team) e Andrea Dovizioso (Ducati Team) sendo os três protagonistas de  uma grande luta pelo terceiro posto que culminou com a vantagem do piloto da Yamaha. Rossi terminou no pódio, mas com Pedrosa a 0,175s e Dovizioso a 0,544s de distância. “The Doctor” estabeleceu novo recorde de 246 largadas na categoria rainha dos Grandes Prêmios neste fim‑de‑semana em Silverstone.

Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech3) chegou em sexto, dando continuidade à brilhante temporada de estreia. Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP), Andrea Iannone (Pramac Racing), Aleix Espargaro (NGM Forward Racing) e o melhor britânico Scott Redding (GO&FUN Honda Gresini) foram os outros nomes do Top 10.

Cal Crutchlow (Ducati Team) ficou com o 12º lugar, enquanto Bradley Smith (Monster Yamaha Tech3) foi 22º, depois de problemas com a traseira da moto. Álvaro Bautista (GO&FUN Honda Gresini) caiu perto do final da corrida, arruinando um possível resultado entre os dez primeiros.