lorenzo,motogp

MotoGP™: “passeio” do campeão Lorenzo em San Marino

Jorge Lorenzo venceu pela segunda vez consecutiva ao impor-se neste domingo no GP Aperol de São Marino e Riviera di Rimini. O Campeão do Mundo, que assumiu a primeira posição logo na largada e controlou o ritmo, não deu a menor chance para o líder do campeonato Marc Márquez que sequer conseguiu aproximar-se dele. Dani Pedrosa completou o pódio na terceira colocação com Valentino Rossi em quarto.

Jorge Lorenzo comemora muito a vitória em Misano

Jorge Lorenzo comemora muito a vitória em Misano

O Misano World Circuit Marco Simoncelli foi palco de mais um brilhante resultado para Lorenzo, que garantiu a terceira vitória consecutiva naquela pista. A vitória, a 49ª da carreira e 28ª na categoria rainha, também confirmou o domínio do espanhol nas duas corridas italianas nos últimos três anos.

Márquez levou a melhor sobre Lorenzo em disputa eletrizante pela segunda colocação

Márquez levou a melhor sobre Pedrosa em disputa eletrizante pela segunda colocação

Vindo de segundo no grid, Lorenzo saltou para a liderança quando o pole, Márquez, caiu para terceiro na primeira volta. Este último atacaria forte na segunda metade da corrida, mas antes disso ainda cairia para quarto devido a erro de frenagem. Márquez tratou então de recuperar o prejuízona Curva 8 passando o colega de equipe de Lorenzo, Valentino Rossi, e o seu próprio companheiro de equipe na Repsol Honda Team, Dani PedrosaEntretanto, com os dois pilotos Honda entrando em acirrada disputa, Lorenzo acabou dilatando ainda mais a sua já confortável vantagem.

Situação do campeonato após o GP de San Marino

Situação do campeonato após o GP de San Marino

Márquez conta agora com 34 pontos de vantagem na classificação quando faltam apenas cinco corridas, enquanto Lorenzo está empatado com Pedrosa em segundo da geral, com 219 pontos.

Rossi e Cal Crutchlow (Monster Yamaha Tech3) são os únicos dois outros pilotos que ainda contam com possibilidades matemáticas de conquistar o título; o italiano terminou a corrida em quarto, enquanto o inglês caiu para sexto na última volta, atrás de Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP). Álvaro Bautista (GO&FUN Honda Gresini) foi sétimo, enquanto Andrea Dovizioso superou o colega de equipe na Ducati Team, Nicky Hayden, com Michele Pirro (Ignite Pramac Racing) em décimo. Aleix Espargaró (Power Electronics Aspar) largou em sexto no grid, chegou a estar em quarto na 1ª volta, mas foi penalizado com uma passagem pelos boxes por ter queimado a largada. Foram seis os pilotos que não terminaram, incluindo Andrea Iannone (Energy T.I. Pramac Racing), que foi um dos seis pilotos da casa.

O Campeonato do Mundo de MotoGP™ continua na 14ª etapa, o Grande Prémio Iveco de Aragão, no MotorLand Aragón, no dia 29 de Setembro, na Espanha.