MotoGP 2011: O que aconteceu até agora

MotoGP 2011: O que aconteceu até agora

MotoGP 2011: O que aconteceu até agora

MotoGP 2011: O que aconteceu até agora

O motogp.com recorda o que aconteceu até agora na temporada, quando já foram cumpridas dez das 18 rondas da época. Precisamente a meio da temporada de 2011 e com a pausa de Verão quase a terminar, o motogp.com faz uma retrospectiva das dez rondas da temporada que já proporcionou muita acção. Carregue em cada uma das rondas para ver os momentos mais importantes de cada corrida.

Casey Stoner começou a época em boa forma com uma vitória a partir da pole position no Qatar, naquele que foi também o seu primeiro triunfo de 2011 com a fábrica da Repsol, em Losail. Atrás no australiano no pódio ficou o actual Campeão do Mundo Jorge Lorenzo e Dani Pedrosa, com Valentino Rossi em sétimo na sua estreia com a Ducati e o rookie britânico do MotoGP Cal Crutchlow a ocupar a 11ª posição na sua primeira corrida de Grandes Prémios.

Logo na segunda ronda da temporada aconteceu um caso que deu que falar, em Jerez, onde o homem da pole Stoner e Rossi chocaram durante a corrida molhada, com o australiano a ser incapaz de terminar a corrida. Lorenzo arrecadou a vitória, com Pedrosa em segundo e Nicky Hayden no terceiro posto, depois de Marco Simoncelli e Ben Spies terem caído quando ocupavam posições que lhes davam acesso ao pódio. O rookie Karel Abraham impressionou ao conseguir a sétima posição, naquela que foi a sua primeira corrida na Classe Rainha – um resultado que voltaria a repetir em Silverstone – enquanto Héctor Barberá garantiu aquele que é até agora o seu melhor resultado da época, um sexto lugar.

A ronda 3 no Estoril viu Pedrosa a garantir a sua primeira vitória da temporada, à frente de Lorenzo e Stoner, numa altura em que o detentor do titulo mundial mantinha uma curta margem no topo da classificação geral. Em Le Mans houve muita animação, com Stoner a terminar a corrida com uma vitória, o primeiro de três triunfos consecutivos, e o seu companheiro de equipa Andrea Dovizioso a fazer-lhe companhia no pódio, enquanto Valentino Rossi assegurou o primeiro pódio com as cores da Ducati. Simoncelli e Pedrosa tiveram um pequeno toque, que obrigou à desistência de do espanhol e teve como resultado uma fractura na clavícula que o levou a falhar as três corridas seguintes..

Na Catalunha Stoner conseguiu a terceira vitória da temporada, com Lorenzo a manter a liderança do Campeonato graças ao segundo lugar e o seu companheiro de equipa na fábrica da Yamaha Ben Spies a arrecadar o primeiro pódio do ano, com o terceiro posto. Crutchlow fez o melhor resultado da sua época de estreia, com um sétimo lugar, mas o seu companheiro de equipa na Monster Yamaha Tech 3 Colin Edwards falhou a primeira corrida da Classe Rainha desde que começou em 2003, depois de uma queda na segunda sessão de treinos livres, que teve como resultado uma fractura da clavícula. Contudo, o americano regressou com grande estilo na corrida molhada da ronda seguinte, em Silverstone onde garantiu a terceira posição, atrás de Stoner e Dovizioso no pódio. Lorenzo caiu, desistindo pela primeira vez depois de 25 corridas, e depois da sexta ronda Stoner assumiu a liderança do Campeonato na perseguição pelo título, quando faltava ainda cumprir dois terços da temporada de 2011. A ronda ficou também marcada pela impressionante corrida de Álvaro Bautista da Rizla Suzuki, que conseguiu a quinta posição, naquela que foi a sua quarta corrida depois de ter regressado às pistas após a fractuta do fémur no Qatar.

Em Assen Hiroshi Aoyama correu pela fábrica da Repsol Honda em substituição do ainda ausente Pedrosa, numa corrida marcada por uma emocionante primeira volta em que Simoncelli – que partiu da pole pela segunda vez na temporada – e Lorenzo caíram juntos. O homem da Yamaha regressou à pista para assinar o sexto posto, tentando manter a perseguição ao líder do Campeonato, Stoner. O companheiro de equipa de Lorenzo, Spies, conseguiu pela primeira vez uma merecida vitória, com Stoner e Dovizioso a completarem o pódio. Rossi terminou no quarto lugar, quanto continuava a tentar encontrar a melhor afinação para a Desmosedici.

Pedrosa fez o seu aguardado regresso à acção em Mugello, terminando no oitavo posto, com Lorenzo a voltar às vitórias, à frente do herói local Dovizioso e de Stoner no pódio. O regresso às pistas de Pedrosa foi ainda marcado em grande estilo com um triunfo em Sachsenring naquela que foi a sua segunda corrida depois da lesão. Lorenzo encurtou para 15 pontos a distância para Stoner no topo da classificação, depois de terminar à frente do seu adversário no pódio.

A ronda 10 em Laguna Seca trouxe outro triunfo para Stoner, com o australiano a dar a volta ao que parecia ser um fim-de-semana difícil. Lorenzo, que recuperou de forma admirável de uma queda feia na terceira sessão de treinos livres, arrecadou o segundo posto, com Pedrosa em terceiro e Spies em quarto, o melhor dos pilotos caseiros.

A acção regressa dentro de uma semana, em Brno, no Cardion ab Grande Premio da República Checa!