Piloto teve nervos de aço durante toda a prova, escolhendo os momentos perfeitos para as ultrapassagens

MotoGP: Dovi vence em Silverstone e toma a liderança

A expressão é clichê, mas conhecida de todos os brasileiros: como diria Galvão Bueno, a corrida da MotoGP em Silverstone foi um ‘teste pra cardíacos’. Em sua 12ª etapa da temporada, o Mundial de Motovelocidade desembarcou no ancestral circuito inglês neste domingo, em uma corrida de torcer os nervos do início ao fim. Marc Márquez (93, Honda) fez a pole e tomaria distância na liderança do calendário se vencesse a prova (rumo ao quarto título), mas Valentino Rossi (46, Yamaha) largou em segundo e tomou a ponta antes mesmo da primeira volta, determinado a vencer a corrida que marcara sua 300ª largada (!!!) pela categoria rainha. Andrea Dovisioso (04, Ducati) e Maverick Viñales (25, Yamaha) tinham a chance de chegar à ponta da classificação se conquistassem o primeiro lugar.

Diante de todas essas possibilidades de uma temporada acirradíssima, a prova em Silverstone foi extremamente disputada. Esqueça a ideia de um ponteiro abrindo dois segundos de vantagem sobre os demais pilotos já nas primeiras voltas. Rossi tomou a ponta logo na primeira volta, perseguido por um pelotão formado por Márquez, Viñales e Dovi, que trocava ultrapassagens entre si e não deixava com que o líder tomasse distância. Faltando seis voltas para a bandeirada, a Honda de Marc não resistiu à pressão da prova e teve problemas no motor (com direito a fumaceira na pista). Coube à Dovi coroar uma pilotagem fantástica e estratégica (onde largou em sexto e fez ultrapassagens nos momentos perfeitos) de sua Ducati com uma vitória irretocável. Viñales terminou a prova em segundo e Rossi em terceiro. Cal Crutchlow (35, LCR Honda) e Jorge Lorenzo (99, Ducati) fecharam o top 5.

Top 3: 46, 04 e 25

Top 3: 46, 04 e 25

Resultado da MotoGP em Silverstone: Rossi em terceiro, Dovi em primeiro e Viñales em segundo

Êxtase

Êxtase

A cada volta de Dovizioso crescia a vibração na equipe Ducati

Márquez fora!

Márquez fora!

Faltando seis voltas para a bandeirada a Honda do campeão Marc Márquez sucumbiu à pressão da prova

Um novo Dovi

Um novo Dovi

Piloto teve nervos de aço durante toda a prova, escolhendo os momentos perfeitos para as ultrapassagens

300 corridas na MotoGP, 190 pódios e 89 vitórias

300 corridas na MotoGP, 190 pódios e 89 vitórias

Rossi estava determinado a vencer a prova histórica que marcou suas 300 largadas na MotoGP... mas a vitória lhe escapou quando faltavam apenas 3 voltas

Tempos difíceis

Tempos difíceis

As coisas não estão bem para Iannone. Se na Ducati ele bateu o recorde de velocidade na pista, na Suzuki caiu e derrubou Petrucci junto

No ano passado, a prova inglesa marcou a primeira vitória de Viñales na MotoGP, representando a Suzuki. Andrea Iannone (29, Suzuki), que faz uma primeira temporada conturbada com a moto azul, detém o recorde de velocidade máxima no circuito, com a marca de 332.4 km, conquistado ainda em 2015. Lorenzo é o maior vencedor do circuito, com três vitórias. Desta vez o desempenho do italiano não foi tão glorioso. Faltando três voltas para o fim da prova, ele perdeu o controle de sua Suzuki e caiu, derrubando também Danilo Petrucci (9, Ducati)

Com 4 vitórias e 183 pontos na temporada, Dovizioso é só sorrisos

Com 4 vitórias e 183 pontos na temporada, Dovizioso é só sorrisos

Com o resultado, Dovizioso assume a ponta da temporada com 183 pontos, contra 174 do segundo colocado Márquez e 170 do terceiro Viñales. Rossi se mantém em quarto, agora com 157, 26 atrás do líder – mas ainda com chances de conquistar o sonhado 10º título mundial. Dovi detém o maior número de vitórias na temporada: 4. Marquez e Viñales possuem 3, Rossi e Dani Pedrosa (26, Honda) venceram uma prova cada. Esta temporada da MotoGP tem ainda seis provas e 150 pontos em jogo.

Classificação da MotoGP após a etapa de Silverstone:

  1. Andrea Dovizioso (Ducati – Italia): 183 pontos
  2. Marc Márquez (Honda – Espanha): 174
  3. Maverick Viñales (Yamaha – Espanha): 170
  4. Valentino Rossi (Yamaha – Italia): 157
  5. Dani Pedrosa (Honda – Espanha): 148
  6. Johann Zarco (Yamaha – França): 109
  7. Jorge Lorenzo (Ducati – Espanha): 90
  8. Cal Crutchlow (Honda – Inglaterra): 89
  9. Jonas Folger (Yamaha – Alemanha): 77
  10. Danilo Petrucci (Ducati – Italia): 75

MOTO2: Nakagami vence, Morbidelli chega em terceiro

Esta poderia ser a oitava vitória do italiano Franco Morbidelli nesta temporada da Moto2, mas Takaai Nagami não colaborou. O japonês venceu sua primeira corrida em 2017, com Mattia Pasini em segundo. Franco foi o terceiro, e agora soma 223 pontos no campeonato, contra 194 de Thomas Luthi, segundo colocado, e 155 do terceiro, Alex Marquez. Em Silverstone, o top 5 foi completado por Luthi e Francesco Bagnaia.

Franco Morbidelli queria sua vitória na temporada pela Moto2, mas o japonês Nakagami impediu

Franco Morbidelli queria sua vitória na temporada pela Moto2, mas o japonês Nakagami impediu

Vitória de Aron Canet pela Moto3

Em mais uma prova acirradíssima na Moto3, o espanhol Aron Canet venceu sua terceira corrida na temporada – garantindo-lhe o segundo lugar na classificação, com 162 pontos. Enea Bastianini obteve o segundo posto – apenas 60 centésimos atrás do vencedor – e Jorge Martin conquistou a terceira colocação, com um décimo de diferença do primeiro colocado. Joan Mir foi o quinto colocado e segue líder na temporada, com 44 pontos de vantagem sobre o segundo colocado. O espanhol tem 226, Canot possui 162 e Romano Fenati está com 160.

A Moto3 sempre proporciona corridas acirradas. Na Inglaterra, Aron Canet faturou a segunda vitória de 2017 e é vice na temporada

A Moto3 sempre proporciona corridas acirradas. Na Inglaterra, Aron Canet faturou a segunda vitória de 2017 e é vice na temporada

Separador_MotoGP

Copyright by Dorna



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.