Praticamente definida a dança das cadeiras na MotoGP™ para 2017

MotoGP™: troca de equipes para 2017 praticamente definida

Ainda estamos na metade da temporada e a dança das cadeiras na MotoGP™ já está praticamente definida. A grande mudança envolve a decisão do espanhol Jorge Lorenzo, campeão de 2015, em trocar a Yamaha pela Ducati, troca já feita anteriormente pelo italiano Valentino Rossi, mas que não deu muito certo, provocando o retorno de Rossi ao Time Movistar Yamaha MotoGP.

Praticamente definida a dança das cadeiras na MotoGP™ para 2017

Praticamente definida a dança das cadeiras na MotoGP™ para 2017

Apesar da insatisfação demonstrada anteriormente do Time Honda Repsol com Dani Pedrosa, que desde a temporada passada não consegue constância de bons resultados, a escuderia da fábrica japonesa anunciou que manterá o piloto para a temporada 2017, como companheiro de Marc Márquez.

Com a saída de Lorenzo do time Yamaha, o piloto escolhido para preencher a vaga deixada por ele foi Maverick Vinãles, 12º colocado na temporada de 2015, correndo pelo recém formado Team Suzuki Ecstar.

Formação das equipes para 2017

Ducati Team
Jorge Lorenzo
Andrea Dovizioso

Movistar Yamaha
Valentino Rossi
Maverick Vinãles

Repsol Honda
Marc Márquez
Dani Pedrosa

Suzuki Ecstar
Andrea Iannone
Alex Rins

KTM
Bradley Smith
Pol Espargaró

Logo_MotoGP_150x77Aprilia Gresini
Sam Lowes
Aleix Espargaró

Marc VDS Honda
Jack Miller
Tito Rabat

Monster Yamaha Tech 3
Jonas Folger
Johann Zarco

Pramac Ducati
Scott Redding
Danilo Petrucci

LCR Honda
Cal Crutchlow
Indefinido

Pull & Bear Aspar Team
Álvaro Bautista
Indefinido

Avintia Ducati
Hector Barbera
Indefinido

Sobre Jorge Lorenzo

Nascido em 4 de maio de 1987, em Palma de Mallorca, Espanha, o piloto Jorge Lorenzo demonstrou seu talento para o motociclismo desde tenra idade. Com a aprovação de seu pai, debutou em competições oficiais aos seis anos de idade, ganhando o Campeonato de Baleares. Em 1998 ganhou a Copa Aprilia na categoria 50cc e no ano seguinte foi campeão das 125cc. Correu pela primeira vez no Campeonato Espanhol também na 125cc com treze anos, e na segunda temporada alcançou a quarta posição na classificação geral. Nesse mesmo ano conseguiu a sexta posição no Campeonato Europeu, na mesma cilindrada.

Jorge Lorenzo deixa a Yamaha e passa correr pela Ducati em 2017

Jorge Lorenzo deixa a Yamaha e passa correr pela Ducati em 2017

Em 2002 ingressou no Campeonato Mundial tornando-se o piloto mais jovem da história a disputar um campeonato mundial de motociclismo. Em 2003 conseguiu sua primeira vitoria, no Brasil, e uma terceira colocação na Malásia, acabando o campeonato daquele ano em 12º. Sua progressão continuou em 2004, alcançando a quarta posição na temporada.

En 2005 passou a correr pela equipe Fortuna Honda, conseguindo subir ao pódio em várias corridas, chegando à quinta colocação na classificação geral daquela temporada. No ano seguinte trocou a Honda pela Aprilia, chegando a obter oito pódios consecutivos, chegando finalmente ao título de Campeão Mundial em 2006, em Valencia.

En 2007 conseguiu também o título mundial das 250 cc, desta vez em Sepang, Malasia, quando teve como grande rival o italiano Andrea Dovizioso. Depois dessa vitória, anunciou sua subida para a categoria rainha da MotoGP. Na temporada de 2008 alcançou um surpreendente quarto lugar na classificação geral e foi declarado o estreante do ano, mesmo tendo sofrido diversas fraturas nos treinos para o GP de Xangai.

Em 2010, com 383 pontos, 9 vitórias e um quarto lugar como o pior resultado, Lorenzo ganhou seu primeiro título na MotoGP. Em 2011, terminou em segundo lugar na classificação geral, atrás de Casey Stoner (Honda). Em 2012 Lorenzo teve uma temporada excelente, ganhando o título mundial, tornando-se o único piloto espanhol a vencer o campeonato mundial duas vezes na categoria rainha.

Em 2013, o ano não foi muito fácil pois com a chegada do também espanhol Marc Máquez, a luta entre ambos foi titânica. Neste ano Lorenzo teve que se contentar com o segundo lugar. Depois disso Lorenzo foi terceiro em 2014 e Campeão Mundial em 2015.

Separador_motos



Mário Sérgio Figueredo

Motociclista apaixonado por motos há 42 anos, começou a escrever sobre motos como hobby em um blog para tentar transmitir à nova geração a experiência acumulada durante esses tantos anos. Sua primeira moto foi a primeira fabricada no Brasil, a Yamaha RD 50.