motogp-alemanha-mm93

MOTOGP: Marc Márquez é imbatível (também) na Alemanha

Esta foi mais uma etapa da MotoGP dominada pelo atual campeão e favorito ao título, Marc Márquez (93, Repsol Honda Team). O espanhol conquistou a pole e na prova galgou posições até tomar a ponta. A partir daí, abriu distância como líder sem ser ameaçado por nenhum outro piloto até a bandeirada. Assim, confirmou seu domínio na pista, na qual venceu todas as provas que disputou pelo Mundial de Motovelocidade. Este foi o GP de Alemanha, disputado em Sachsenring neste domingo – mas bem que poderíamos estar falando, por exemplo, do GP das Américas, onde a história é exatamente igual.

Todas as vezes que Marc Márquez pisou em Sachsenring, venceu. Espanhol soma nove vitórias consecutivas na Alemanha e, em 2018, esteve no lugar mais alto do pódio em cinco ocasiões

Todas as vezes que Marc Márquez pisou em Sachsenring, venceu. Espanhol soma nove vitórias consecutivas na Alemanha e, em 2018, esteve no lugar mais alto do pódio em cinco ocasiões

Márquez vence no circuito desde 2010, somando nove vitórias consecutivas nas categorias 125 cc, Moto2 e MotoGP – pela qual já foram seis, mesmo número de títulos no Mundial. Em 2018, esteve acompanhado no pódio pelas duas Yamaha oficiais, guiadas por Valentino Rossi (46, Movistar Yamaha MotoGP) e Maverick Viñales (25, Movistar Yamaha MotoGP), que obtiveram o segundo e terceiro lugar, respectivamente. Aliás, ótimo resultado para os dois pilotos, que não largaram da primeira fila e fizeram provas de recuperação – especialmente o espanhol.

Yamaha celebra dobradinha com Rossi em segundo e Viñales em terceiro - após grande prova. Porém, equipe está a mais de um ano sem vencer

Yamaha celebra dobradinha com Rossi em segundo e Viñales em terceiro – após grande prova. Porém, equipe está a mais de um ano sem vencer

Prova na Alemanha, vitória de MM93

Mesmo largando da pole, Marc não conseguiu segurar Jorge Lorenzo (99, Ducati Team) que, mais uma vez, fez um início de prova brilhante. O piloto  saiu do terceiro lugar e tomou a ponta ainda durante a largada, conduzindo sua moto com êxito ao longo das primeiras voltas, porém, engano de quem previu mais uma vitória de Lorenzo. Na 18ª volta, Márquez tomou a liderança e passou a abrir pequena vantagem na ponta, enquanto que, paralelamente, JL99 ia perdendo desempenho e sofrendo ultrapassagens. No fim, Jorge (que será colega de MM93 na Honda em 2019) recebeu a bandeirada na sexta posição.

Rotina: Lorenzo largou à frente de todos e cedeu posições a partir da metade da prova, recebendo a bandeirada fora do pódio

Rotina: Lorenzo largou à frente de todos e cedeu posições a partir da metade da prova, recebendo a bandeirada fora do pódio

Ao mesmo tempo em que Lorenzo caia e Márquez dominava, Viñales ascendia. MV25 largou mal e do quarto lugar, deixando o pelotão principal (então formado por Lorenzo, Márquez, Danilo Petrucci, Rossi e Johann Zarco) logo nas primeiras voltas. Contudo, iniciou sua recuperação na sequência, galgando posições até, na penúltima volta, ultrapassar Petrucci (9, Pramac) e garantir seu 14º pódio na categoria. Mas nem tudo são flores para a Yamaha, afinal a marca está a 19 provas sem vencer, amargando um jejum de mais de um ano longe do ponto mais alto do pódio. Justiça seja feita, também é preciso destacar os resultados de Alvaro Bautista (19, Angel Nieto Team) e Bradley Smith (38, Red Bull KTM Factory Racing) que obtiveram seus melhores resultados na MotoGP até aqui: quinto e décimo lugares, respectivamente.

Alvaro Bautista termina a corrida na quinta colocação e celebra seu melhor resultado na MotoGP

Alvaro Bautista termina a corrida na quinta colocação e celebra seu melhor resultado na MotoGP

Márquez é favorito ao título na MotoGP 2018

Quanto a isto não restam dúvidas. Após as últimas vitórias, Marc Márquez abre 46 pontos de vantagem sobre o segundo lugar, ocupado – ironicamente – por VR46, Valentino Rossi. O espanhol tem agora 165 pontos, ante 119 do italiano nove vezes campeão mundial. Viñales é o terceiro, com 109; Andrea Dovizioso (4, Ducati Team) é o quarto, com 88; e Zarco completa o top5, com os mesmos 88. Lorenzo vem em seguida, com 85. A décima etapa da MotoGP acontece no circuito de Brno, na República Checa. Palpite de quem venceu a corrida do ano passado? Sim, Marc Márquez.

Marc Márquez, literalmente, deitou e rolou na Alemanha. Agora, abre 46 pontos de vantagem na liderança do campeonato

Marc Márquez, literalmente, deitou e rolou na Alemanha. Agora, abre 46 pontos de vantagem na liderança do campeonato

Brad Binder vence a primeira pela Moto2

Enfim, Brad Binder (41, Red Bull KTM Ajo) debutou na Moto2. O piloto está na categoria desde 2017, quando chegou impulsionado por seu título da Moto3 no ano anterior, conquistado através de 14 pódios (send0 7 vitórias) em 18 etapas. O piloto assumiu a ponta a 19 voltas da bandeirada, ultrapassando os então líderes Joan Mir (36, EG 0,0 Marc VDS) e Luca Marini (10, SKY Racing Team VR46), que passaram a persegui-lo e completariam a prova com o segundo e terceiro posto. O quarto lugar foi conquistado pelo português Miguel Oliveira, colega de Binder na KTM, após largar da 15ª colocação e mostrar desempenho que fazem jus à sua transferência para a categoria principal em 2019 – na qual também representará a marca laranja.

Terror da Moto3 em 2016, quando foi ao pódio em 14 etapas, Brad Binder debutou pela Moto2 na Alemanha

Terror da Moto3 em 2016, quando foi ao pódio em 14 etapas, Brad Binder debutou pela Moto2 na Alemanha

Mesmo concluindo a prova alemã na 12ª colocação, Francesco Bagnaia (42, SKY Racing Team VR46) segue liderando a categoria, com 148 pontos. Miguel Oliveira é o segundo colocado, com 141 pontos, e Alex Márquez (73, EG 0,0 Marc VDS) é o terceiro, com 113. Mir é o quarto, com 95, e Lorenzo Baldassarri (7, Pons HP40) completa o top5, com 93. Após a vitória, Binder é o sexto, com 91 pontos.

Moto3: quinta vitória para Jorge Martin

O espanhol Jorge Martin obteve sua quinta vitória na temporada, com direito a pole. O favoritismo foi ameaçado por um toque do companheiro de equipe Fabio Di Giannantonio na 15ª volta, quando Martin liderava a prova e defendeu-se de uma ultrapassagem. Com o toque, o piloto caiu para a quarta colocação mas logo recuperou-se, assumiu a ponta e passou a abrir vantagem até receber a bandeirada com 2,5 segundos de vantagem sobre o segundo colocado, Marco Bezzecchi. Johan McPhee foi o terceiro. Assim, Martin lidera a temporada com 130 pontos; Bezzecchi está em segundo, com 123; e Aron Canet é o terceiro, com 92.

Jorge Martin conquista mais uma vitória e é líder no Mundial de Moto3

Jorge Martin conquista mais uma vitória e é líder no Mundial de Moto3

Resultado 9ª etapa da MotoGP 2018 – Sachsenring

Valentino Rossi conquista 232º pódio da carreira (e contando...)

Valentino Rossi conquista 232º pódio da carreira (e contando…)

1 – Marc Márquez (93, Honda)
2 – Valentino Rossi (46, Yamaha)
3 – Maverick Viñales (25, Yamaha)
4 – Danilo Petrucci (9, Ducati)
5 – Alvaro Bautista (19, Ducati)
6 – Jorge Lorenzo (99, Ducati)
7 – Andrea Dovizioso (4, Ducati)
8 – Dani Pedrosa (26, Honda)
9 – Johann Zarco (5, Yamaha)
10 – Bradley Smith (38, KTM)
11 – Hafizh Syahrin (55, Yamaha)
12 – Andrea Iannone (29, Suzuki)
13 – Tito Rabat (53, Ducati)
14 – Jack Miller (43, Ducati)
15 – Scott Redding (45, Aprilia)
16 – Stefan Bradl (6, Honda) – substituindo Franco Morbidelli
17 – Thomas Luthi (12, Honda)
18 – Karel Abrahm (17, Ducati)
19 – Xavier Simeon (10, Ducati)
OUT
Cal Crutchlow (35, Honda)
Takaai Nakagami (30, Honda)
Alex Rins (42, Suzuki)
Pol Espargaro (44, KTM)

Separador_MotoGP



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.