motogp-austria-vitoria

MotoGP na Áustria: Lorenzo vence terceira pela Ducati

Lorenzo is back! O espanhol Jorge Lorenzo (99, Ducati Team) conquistou sua terceira vitória em 2018 neste domingo, durante a passagem da MotoGP pela Áustria, no Red Bull Ring, pela décima primeira etapa da temporada. JL99 e Marc Márquez (93, Repsol Honda Team) protagonizaram uma disputa incrível pela liderança durante as voltas finais da corrida, que ganhou notoriedade tanto pela técnica quanto pelo respeito entre os dois pilotos. E, recebendo a bandeirada em segundo, Márquez estragou o que podia ser uma nova dobradinha italiana e deixou Andrea Dovizioso (04, Ducati Team) com o terceiro lugar.

Uma disputa primorosa nas últimas voltas, entre Marc Márquez e Jorge Lorenzo, marcou a passagem da MotoGP pela Áustria. No final, melhor para JL99, que somou sua terceira vitória na temporada

Uma disputa primorosa nas últimas voltas, entre Marc Márquez e Jorge Lorenzo, marcou a passagem da MotoGP pela Áustria. No final, melhor para JL99, que somou sua terceira vitória na temporada

Márquez fez a pole e esteve acompanhado na primeira fila por Dovi e Lorenzo, que chegou a largar na frente de Marc mas logo foi ultrapassado. Perseguido pelas duas Ducati, o piloto da Honda passou boa parte das 27 voltas seguintes tentando abrir espaço dos concorrentes, mas sem êxito. Lorenzo, que ao contrário dos demais líderes optou por usar pneus macios, soube conter o desgaste excessivo do componente, guardando o melhor da prova para o final.

Lorenzo sobe para o terceiro lugar na classificação e Márquez continua abrindo vantagem na liderança... agora, já são 59 pontos

Lorenzo sobe para o terceiro lugar na classificação e Márquez continua abrindo vantagem na liderança… agora, já são 59 pontos

Lorenzo: 'Onde estão os haters? Do pódio eu não posso vê-los'

Lorenzo: ‘Onde estão os haters? Do pódio eu não posso vê-los’

A dez voltas da bandeirada, Jorge Lorenzo passou Marc Márquez, mas logo perdeu o posto. Quando faltavam apenas três voltas, retomou a ponta e teve de contornar as investidas e manobras do atual campeão MM93 – assim, os dois exibiram uma disputa de alto nível e fair play, respeitando o espaço e traçados do concorrente. Para encerrar a última volta, que os dois pilotos certamente completaram sem respirar, Lorenzo recebeu a bandeirada com apenas 0.130 de diferença para Márquez.

Rossi: da 14ª para a 6ª colocação

Apesar da disputa intensa entre os três líderes da prova, os demais pelotões fizeram uma corrida mais estável – Cal Crutchlow (35, LCR Honda Castrol) e Danilo Petrucci (9, Alma Pramac Racing), por exemplo, passaram praticamente todo o tempo na quarta e quinta colocações, respectivamente. Mas Valentino Rossi (46, Movistar Yamaha MotoGP) foi exceção.

Sem vencer a 20 provas, a Yamaha não tem vivido bons momentos. Mesmo assim, vigoroso, Rossi subiu nada menos de oito posições correndo na Áustria

Sem vencer a 20 provas, a Yamaha não tem vivido bons momentos. Mesmo assim, vigoroso, Rossi subiu nada menos de oito posições correndo na Áustria

Com o baixíssimo desempenho das Yamaha no circuito, Rossi largou da quinta fila, na 14ª colocação, e fez uma prova de recuperação. Aos poucos, o italiano galgou posições e efetuou ultrapassagens, encontrando os melhores pontos no autódromo de 4,3km marcado por retas que, tradicionalmente, beneficiam as Ducati. O colega de equipe Maverick Viñales (25, Movistar Yamaha MotoGP) não teve a mesma técnica e ficou apenas com o 12º lugar – vale lembrar que e Yamaha está a mais de um ano sem vencer.

Marc Márquez, a cada dia mais líder

Aos poucos, o favoritismo de Márquez se consolida e transforma em diferença de pontos. Após 11 etapas, o espanhol lidera a tabela com 201 pontos, abrindo 59 de diferença para o segundo colocado, Rossi, com 142. Depois de três vitórias, Lorenzo ultrapassa Dovizioso e Viñales e surge no top3, com 130. Dovi é o quarto, com 129, e Maverick é o quinto, com 105. Ainda restam 8 provas e 200 pontos em disputa na temporada 2018 da MotoGP.

A disputa entre Márquez e Lorenzo foi limpa, com respeito às técnicas e traçados do adversário... melhor assim, afinal eles serão colegas de box a partir de 2019

A disputa entre Márquez e Lorenzo foi limpa, com respeito às técnicas e traçados do adversário… melhor assim, afinal eles serão colegas de box a partir de 2019

Moto2: Bagnaia vence na última curva

Se você achou que a MotoGP seria a única categoria a guardar emoções para os minutos finais, errou. Francesco Bagnaia (Kalex) ultrapassou o então líder Miguel Oliveira na última curva da última volta e, além de conquistar a vitória, também assumiu a liderança do Mundial de Moto2 – ultrapassando, claro, Oliveira. O terceiro lugar ficou com Luca Marini, colega de Francesco na equipe Sky Racing Team VR46.

Bagnaia ultrapassa na última curva da última volta, fatura a vitória e assume a liderança na Moto2. Dia de sorte

Bagnaia ultrapassa na última curva da última volta, fatura a vitória e assume a liderança na Moto2. Dia de sorte

Agora, Bagnaia soma 189 pontos na temporada, ante 186 do português Miguel Oliveira. Alex Márquez é o terceiro, com 113; Brad Binder é o quarto, com 111, e Lorenzo Baldassarri fecha o top5, com 106. Para lembrar, o Brasil não está mais representado na categoria desde a última semana, quando a equipe Forward Racing rescindiu o contrato com o piloto Eric Granado.

Moto3: Bezzecchi lidera praticamente de ponta a ponta

Marco Bezzecchi vence sua segunda corrida e passa a liderar na Moto3

Marco Bezzecchi vence sua segunda corrida e passa a liderar na Moto3

Marco Bezzecchi conquistou sua segunda vitória na temporada e, desta vez, precisou de muita técnica para defender a liderança durante praticamente todas as 23 voltas disputadas na Áustria. O italiano largou da pole e resistiu as investidas de pilotos como Jorge Martin com maestria, perdendo o primeiro lugar por poucos instantes e logo retomando-o. Martin também merece louros, pois correu com a mão esquerda fraturada após a etapa passada, em Brno (República Checa), e finalizou a corrida no Red Bull Ring na terceira posição. O pódio Moto3 foi completado por Enea Bastianini, na segunda colocação. Agora Bezzecchi lidera com 158 pontos, seguido por Martin (146) e Fabio Di Giannatononio (121).

Resultado 11ª etapa da MotoGP 2018 – Áustria

'Isolado' no quarto lugar durante toda a prova, Crutchlow celebra mais 13 pontos na carreira

‘Isolado’ no quarto lugar durante toda a prova, Crutchlow celebra mais 13 pontos na carreira

1 – Jorge Lorenzo (99, Ducati)
2 – Marc Márquez (93, Honda)
3 – Andrea Dovizioso (04, Ducati)
4 – Cal Crutchlow (35, Honda)
5 – Danilo Petrucci (9, Ducati)
6 – Valentino Rossi (46, Yamaha)
7 – Dani Pedrosa (26, Honda)
8 – Alex Rins (42, Suzuki)
9 – Johann Zarco (5, Yamaha)
10 – Alvaro Bautista (19, Ducati)
11 – Tito Rabat (53, Ducati)
12 – Maverick Viñales (25, Yamaha)
13 – Andrea Iannone (29, Suzuki)
14 – Bradley Smith (38, KTM)
15 – Takaai Nakagami (30, Honda)
16 – Hafizh Syahrin (55, Yamaha)
17 – Aleix Espargaro (41, Aprilia)
18 – Jack Miller (43, Ducati)
19 – Franco Morbidelli (21, Honda)
20 – Scott Redding (45, Aprilia)
21 – Karel Abraham (17, Ducati)
22 – Thomas Luthi (12, Honda)

Separador_MotoGP



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.