MotoGP- Terminam os treinos para abertura do Mundial

Domingo pr¢ximo come‡a a temporada 2003 da MotoGP, com a disputa do Grande Prˆmio do JapÆo, na pista de Suzuka.

Todas as equipes participantes aproveitaram ao m ximo os dois dias de treinos nessa pista, organizados pela IRTA. Sem a presen‡a das freqentes chuvas que caem na regiÆo nesse per¡odo do ano, Yamaha, Honda, Ducati, Aprilia, Suzuki, Kawasaki, Moriwaki, Proton e Harris/WCM tiveram dois dias para ajustar seus novos prot¢tipos ao tamb‚m renovado circuito japonˆs.

Na soma dos tempos obtidos nos dois dias de treino, domingo e segunda feira, o mais r pido foi Valentino Rossi, piloto da Honda. Mas na freqˆncia de voltas r pidas, al‚m de Rossi muitos pilotos se destacaram, dentre eles Alexandre Barros da Gauloises/Yamaha. Al‚m dos pilotos japoneses, sempre r pidos nessa pista, como Tohru Ukawa, Daijiro Kato, Makoto Tamada, Norick Abe e Shinya Nakano, outros pilotos foram r pidos e constantes nesses treinos, demonstrando boas chances na corrida de domingo. Entre esses £ltimos os destaques maiores ficaram para Sete Gibernau e Max Biaggi. Especialmente o espanhol Gibernau, que percorreu diversas voltas em tempos bastante baixos.

“Essa primeira corrida do campeonato ser  muito dif¡cil, extremamente equilibrada”, disse Barros ao deixar a reuniÆo com os engenheiros da equipe e da f brica, ap¢s o t‚rmino do treino. “O Valentino est  rodando bem forte e o Sete eu j  estava prevendo que iria andar muito bem aqui. Os dois, mais o Biaggi e o batalhÆo de pilotos japoneses que aqui em Suzuka rendem 110% de suas possibilidades serÆo advers rios dif¡ceis. Mas os nossos preparativos me deixaram bastante feliz e confiante”, completou Barros citando ainda que a Yamaha, a ™hlins e a Michelin deverÆo oferecer ainda algumas novidades para corrida, aumentando suas possibilidades.

Ainda h  alguma vantagem da Honda em rela‡Æo a Yamaha, especialmente quanto … potˆncia do motor e ao n£mero de pilotos em grande forma. Enquanto nas equipes da Honda sÆo cinco pilotos r pidos, na Yamaha apenas Alexandre Barros tem conseguido seguir no mesmo ritmo.