Motonline no Salão da Motocicleta (I)

Motonline no Salão da Motocicleta (I)

Motonline no Salão da Motocicleta (I)

Apesar da ausência das gigantes Yamaha e Honda, o Salão da Motocicleta, se não se pode, ainda, afirmar um sucesso, ao menos trouxe importantes lançamentos, para todos os bolsos e estilos.

Representado pelo Grupo Izzo, na linha custom a marca Harley Davidson apresentou, como novidade no Brasil, a Sportster XR 1200 e a V-Rod Muscle, além de novos grafismos na Fat Boy e 450 modificações na linha touring, segundo o próprio Sr. Paulo Izzo que acredita fechar o ano de 2008 com 6 mil unidades vendidas.

Na linha Ducati, o estande não estava completo, todavia, por questões de desembaraço alfandegário, ficou a promessa para o dia 23, a presença da linha Monster 696 e 1100s, além das motocicletas campeãs em suas categorias de Casey Stoner e Troy Ballys.

Na linha esportiva da Harley Davidson, a novidade da Buell fica por conta da 1125 CR Café Race e 1125R, a primeira uma naked derivada no estilo que leva no nome, e a segunda uma esportiva carenada, ambas com motor V2 de 146cv, desenvolvido e fabricado pela austríaca Rotax. Não faltaram os produtos já conhecidos como XB12s, Ulysses e City Cross.

Triumph – lançamento da Street Triple com motor de 675cc que não só fará frente aos modelos nipônicos pela cilindrada, mas também no preço, ao menos é promessa do Grupo Izzo.

Foto: Suzuki GSX650F

Foto: Suzuki GSX650F

Benelli – Nova marca representada pelo Grupo Izzo, chega ao Brasil com cinco modelos – três da recém-lançada linha naked TNT (1130 Cafe Racer, 899 e 899 S) e duas big trails versáteis (TRE1130K E TRE1130K Amazonas), segundo o Sr. Paulo Izzo, se espera vender entre 150 e 200 unidades no ano de 2009, dado a exclusividade e o preço das motocicletas.

E já em pleno funcionamento, foi apresentando a imprensa, o IMOCX Traveling que se trata de viagens de moto, tendo como diferenciais roteiros definidos, com hospedagem em bons hotéis, restaurantes comprovados e com uma equipe de guias experientes como Raphael Karan e Fernando Garcia, além de toda segurança e suporte com veículo de apoio.

A GARINI chamou a atenção, com uma custom de 250cc, dois cilindros em V, refrigerado a ar, com 24,1cv potência, com alarme anti-furto, partida elétrica e por controle remoto, rodas de liga leve, pára-brisa, faróis auxiliares, alforjes laterais, “mata-cachorro”, pedaleiras auxiliares, à R$13.500,00.
A linha de scooter’s TINA, personagem de Maurício de Souza, com grafismos especialmente desenhado para o público feminino, com alerta para chamada celular, alarme anti-furto com controle remoto, partida elétrica, rodas de liga leve, freio dianteiro a disco e bauleto, tendo como opcionais xenon, preço entre R$ 5.500 a R$6.200,00, dependendo dos opcionais.
Toda linha street entre 125 e 150cc (GR125Z, GR125ST, GR150ST, GR150C) com grande gama de equipamentos de série, como alarme, freios à disco dianteiro e traseiro, dentre outros mais, a preços que variam de R$ 4.750,00 a R$ 5.300,00.

E ainda, uma Trail e SM com 50cc, monocilíndrica, 2 Tempos, já homologada para o Euro3 e em vias de homologação no Brasil, que custará cerca de R$ 8.000,00 e no mesmo estilo uma 200cc, esta com motor 4 tempos, também, em vias de homologação no Brasil, sem preço definido.

No estande da SUZUKI as únicas novidades foram à apresentação da GSX650F, que deverá aposentar a GSX750F e da V-Strom 650.

Daremos mais informações e fotos.