Foto: Odair Delefrati

Motovelocidade: Cascavel conhece o primeiro campeão brasileiro de 2008

Foto: Odair Delefrati

Foto: Odair Delefrati

Depois de vencer as oito primeiras provas da temporada, o piloto Gilson Scudeler confirmou o seu status de favorito ao título e conquistou o heptacampeonato brasileiro de forma antecipada, na 5ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, que aconteceu neste fim de semana (19.10) em Cascavel, PR. Nas outras três categorias, a decisão ficou para a última etapa, em Interlagos, SP.

Gilson continuou imbatível em 2008 e, mais uma vez, venceu as duas baterias. Mas o paulista não teve vida fácil. Na primeira Danilo Andric, atual segundo colocado no campeonato, largou na frente. Ele se manteve na liderança até a quinta volta, quando foi ultrapassado por Gilson. A disputa continuou emocionante e os dois voltaram a trocar de posições mais duas vezes até a 13ª volta, quando Gilson ultrapassou Danilo novamente e não perdeu mais a primeira colocação. Andric foi segundo e Cidalgo Chinasso, que fez a sua primeira prova em 2008, o terceiro.

Na segunda bateria, Gilson teve ainda mais trabalho para conseguir a vitória. O piloto foi ultrapassado logo no início da bateria por Pierre Chofard e Danilo Andric. Andou durante a maior parte do tempo na 3ª colocação e ultrapassou Pierre quando faltavam apenas duas voltas para o final.

“Fiquei muito focado este ano. Queria encerrar minha carreira e, por isso, queria vencer o maior número de baterias possíveis. Consegui vencer todas até agora e conquistei o título aqui em Cascavel, que é uma cidade que eu gosto muito. Fico muito feliz em poder comemorar o hepta aqui”, afirmou.

Fábio Peasson recebeu apoio de um público recorde na etapa de Cascavel e, correndo em casa, venceu de ponta a ponta, sem dar chance aos seus adversários. Com o resultado, o piloto ultrapassou Carlos Cruz e assumiu a quarta colocação do campeonato. Maico Teixeira, que ficou em terceiro lugar, é o novo líder da competição, com dois pontos de vantagem sobre Alecsandre “Doca” Brieda e William “Pamonha” Pontes, empatados na segunda colocação.

Na 250cc, muita disputa. A prova teve cinco líderes diferentes e, na última volta, seis pilotos ainda brigavam pela vitória. No final, Odair Delefrati levou a melhor, seguido por Sandro Paganelli e Igor Calura. Na 250cc Jr, Douglas Figueiredo precisava da vitória para conquistar o título por antecipação. Mas o piloto não esteve em um bom dia e teve que abandonar a prova na quarta volta. A vitória ficou com Lucas Mattei, que é o novo líder da competição.

A última etapa acontece no dia 15 de novembro, em Interlagos, São Paulo. O evento será a abertura da Virada Esportiva, que marcará um dia com 24 horas consecutivas de esporte na cidade. O Campeonato Brasileiro de Motovelocidade é patrocinado pela Honda e Móbil e possui apoio Pirelli e Roncar.

Resultado – SBK 1
1º – Gilson Scudeler – 29:02.519 – Team Scud/Petrobrás
2º – Danilo Andric – 29:04.919 – Equipe Vaz/ Yamaha
3º – Cidalgo Chinasso – 29:05.355 – The Red Sector
4º – Pierre Chofard – 29:10.478 – Team Scud/Petrobrás
5º – Róbson Portaluppi – 29:21.593 – Team Scud/Petrobrás

SBK 2
1º – Gilson Scudeler – 27:57.574 – Team Scud/Petrobrás
2º – Pierre Chofard – 27:59.142 – Team Scud/Petrobrás
3º – Danilo Andric – 27:59.544 – Equipe Vaz/ Yamaha
4º – Cidalgo Chinasso – 28:06.692 – The Red Sector
5º – Murilo Colatrelli – 28:18.558 – Equipe Roncar

Hornet
1º – Fábio Peasson – 28:56.532
2º – Willian Pontes – 28:59.440 – Eletrobrás
3º – Maico Teixeira – 29:06.647
4º – Alecsandre Brieda – 29:21.076
5º – Carlos Cruz – 29:25.110

250cc Jr
1º – Lucas Mattei – 31:12.238 – Motopark
2º – Danilo Lewis – 31:12.266 – Corneta
3º- Jefferson Henrique – 31:50.367 –
4º – Ricieri Alberto – 31:53.589 – Tim Ossel
5º – Murilo Eugênio – 31:53.821 – Sivercon

250cc
1º – Odair Delefrati – 31:11.648 – Londrináutica
2º – Sandro Paganelli – 31:11.757
3º – Igor Calura – 31:11.921 – Roncar
4º – Marciano Santin – 31:12.011 – Rinaldi
5º – Lucas Mattei – 31:12.238 – Motopark

Campeonato – SBK
1º – Gilson Scudeler – Team Scud/Petrobrás – 251 pts
2º – Danilo Andric – Equipe Vaz/Yamaha – 163 pts
3º – Cristiano Vieira – 114 pts
4º – Robson Portaluppi – Team Scud/Petrobrás – 113 pts
5º – Murilo Colatreli – Equipe Roncar – 105 pts
Hornet

1º – Maico Teixeira – 77 pts
2º – Willian Pontes – Eletrobrás – 75 pts
3º – Alecsandre Brieda – 75 pts
4º – Fábio Peasson – 63 pts
5º – Carlos Cruz – 62 pts

250cc
1º – Sandro Paganelli – 77 pts
2º – Marciano Santin – Rinaldi – 76 pts
3º – Renan Alves – Age/4Laser – 72 pts
4º – Odair Delefrati – Londrinautica – 72 pts
5º – Igor Calura – Equipe Roncar – 69 pts

250cc Jr
1º – Lucas Mattei – Motopark – 89 pts
2º – Douglas Figueiredo – Thermosystem – 85 pts
3º – Danilo Lewis – Corneta – 75 pts
4º – Jefferson do Carmo – Tim Ossel – 66 pts
5º – Murilo Júnior – Sivercom – 56 pts