Foto: Murilo ribeiro levou o t¡tulo da 125cc

MOTOVELOCIDADE – Scudeler, Doca e Murilo são campeões

Foto: Murilo ribeiro levou o t¡tulo da 125cc

Foto: Murilo ribeiro levou o t¡tulo da 125cc

Pilotos garantiram t¡tulos nacionais de forma antecipada neste domingo, em Campo Grande, nas categorias Superbike, 500cc e 125cc, respectivamente

Campo Grande (MS) – O domingo foi mais do que especial para trˆs pilotos do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, cuja pen£ltima etapa foi realizada no Aut¢dromo Internacional de Campo Grande (MS). Gilson Scudeler, de Mau  (SP), entrou para a hist¢ria como o primeiro campeÆo da categoria Superbike, que estreou nesta temporada no circuito nacional. Alecsandre Brieda, o Doca, de Piracicaba (SP), faturou o tricampeonato da 500cc, sendo que Murilo Henrique Ribeiro, de Barretos (SP), confirmou o in‚dito t¡tulo da 125cc.

Nas categorias 250cc e Supersport, a decisÆo ficar  mesmo para a oitava e £ltima etapa do Brasileiro, que est  marcada para os dias 11 e 12 de novembro no Aut¢dromo Internacional de Interlagos, em SÆo Paulo. Os respectivos vencedores das baterias em Campo Grande fora m Marciano Santin e Danilo Andric.

Superbike – Este foi o quinto t¡tulo nacional da carreira de Gilson Scudeler, que possui quatro triunfos da Supersport no curr¡culo. Depois de uma largada ruim, ele se recuperou e administrou a vantagem do in¡cio ao fim, sendo ultrapassado pelo companheiro de equipe Pierre Chofard apenas na reta final. O segundo lugar deixou Scudeler aliviado. “Estou muito feliz, pois todos vˆm fazendo um trabalho excepcional. Tenho ¢timas recorda‡äes de Campo Grande, pois foi aqui que conquistei o tricampeonato nacional e cheguei muito perto do tetra, confirmado em SÆo Paulo”, lembrou o piloto, atento … pr¢xima temporada. ” A Superbike j  ‚ um sucesso e certamente o n¡vel ir  subir muito no ano que vem.”

Ap¢s ficar duas etapas fora do circuito por causa de contusÆo, Chofard voltou com f“lego em busca do vice. “Estou muito satisfeito com o trabalho da equipe, que ‚ uma verdadeira fam¡lia. Tenho certeza de que a briga sera boa em SÆo Paulo, o p£blico ter  um espet culo emocionante”, concluiu o piloto.

Supersport – O duelo entre Danilo Andric e Murilo Colatreli foi um cap¡tulo … parte na corrida da Supersport, que ‚ realizada na mesma bateria da Superbike. Depois de um pega acirrado, Andric conseguiu assumir a ponta a confirmar a sua primeira vit¢ria na categoria. “Estou muito feliz com o resultado e certamente a pista de Campo Grande nunca sera esquecida. Foi aqui que eu conquistei a primeira pole position e a primeira vit¢ria. Esta prova foi certamente a melhor da minha carreira”, garantiu.

500cc – A corrida das 500cc coroou Doca como tricampeÆo brasileiro. E o piloto nÆo escondeu a alegria no p¢dio, mesmo ficando com o segundo p osto, atr s de Carlos Alberto Campos Cruz, o Cao. “Estou muito feliz com esta conquista, que ‚ in‚dita na categoria. Nesses momentos, nÆo posso deixar de agradecer a todos que me apoiaram e de dar os parab‚ns ao Cao, que h  muito tempo merecia vencer uma corrida. Valeu Campo Grande, valeu Piracicaba!”, disse o piloto, que ‚ filiado na capital mato-grossense-do-sul e nasceu na cidade do interior paulista.

Depois de chegar muito perto por algumas vezes, Cao finalmente subiu ao lugar mais alto do p¢dio. “Estamos trabalhando h  muito tempo para isso. Batemos bastante na trave, mas finalmente conseguimos o gol. Agora quero repetir o desempenho em SÆo Paulo e fechar a temporada com chave de ouro”, avisou o piloto.

250cc – Como j  est  virando tradi‡Æo, a prova da 250cc foi definida apenas nas £ltimas voltas. Marciano Santin, Maico Teixeira, F bio Peasson e William Pontes, o Pamonha, logo abriram vantagem e foram se revezando na lideran‡a a cada volta. Santin imprimiu um ritmo mais forte e conseguiu cruzar a linha de chegada em primeiro lugar. “Ca¡ durante os treinos, mas conseguimos fazer um bom acerto na moto. Felizmente deu tudo certo na corrida e os advers rios jogaram limpo”, afirmou Santin.

125cc – Murilo Henrique Ribeiro largou na pole, mas levou um tombo logo no in¡cio da corrida. Voltou para a prova e conseguiu a quarta posi‡Æo, Como venceu todas a etapas anteriores, o resultado foi mais do que suficiente para soltar o grito de campeÆo. “Houve este imprevisto e quando fui levantar a moto achei que nÆo fosse poder continuar, pois ela estava bem danificada. Mas entÆo pensei no t¡tulo e fui adiante”, contou o jovem piloto, que est  se despedindo da categoria, cuja idade limite ‚ 17 anos. “Nada melhor do que me despedir com t¡tulo”, comemorou o futuro piloto da 250cc.
Outro competidor que saiu da pista satisfeito foi Ot vio Lucchini, que conquistou a primeira vit¢ria da carreira e tamb‚m sobe de categoria no ano que vem. Ele j  tem o vice-campeonato da 125cc assegurado. “Aconteceu este acidente com o Murilo e eu acabei fazendo a prova de forma bastante tranqila. Estou muito feliz com o vice-campeonato do Brasileiro”, concluiu Lucchini.

Confira os cinco primeiros de cada categoria: 125cc
1o – Ot vio Lucchini
2o – Douglas Silva
3o – Lucas Mattei
4o – Murilo Henrique Ribeiro
5o – Danilo Silva

250cc – 1o – Marciano Santin
2o – Maico Teixeira
3o – F bio Peasson
4o – William Pontes
5o – Marcelo Cristal

500cc – 1o – Carlos Campos Cruz
2o – Alecsandre Brieda
3o – F bio Rodrigues
4o – Alexandre Oliveira
5o – Mauro Thomassini

Supersport – 1o – Danilo Andric
2o – Murilo Colatreli
3o – Philippe Thiriet
4o – Bruno Corano
5o – Ricardo Simohara

Superbike – 1o – Pierre Chofard
2o – Gilson Scudeler
3o – Leandro Panad‚s
4o – Robson Portaluppi
5o – Ricardo Gomati

Classifica‡Æo do Brasileiro ap¢s sete etapas:

125cc – 1o – Murilo Henrique Ribeiro (163)
2o – Ot vio Lucchini (129)
3o – Douglas Silva (91)
4o – Lucas Mattei (73)
5o – Jefferson Carmo (67)

250cc – 1o – William Pontes (125)
2o – F bio Peasson (121)
3o – Marciano Santin (116)
4o – Maico Teixeira (86)
5o – Marcelo Cristal (66)

500cc – 1o – Alecsandre Brieda (165)
2o – Carlos Campos Cruz (126)
3o – Gilson Romani (106)
4o – S‚rgio Ferreira (65)
5o – F bio Rodrigues (64)

Supersport – 1o – Murilo Colatreli (128)
2o – Philippe Thiriet (110)
3o – Bruno Corano (110)
4o – Danilo Andric (103)
5o – Ricardo Simohara (64)

Superbike – 1o – Gilson Scudeler (160)
2o – Leandro Panad‚s (110)
3o – Pierre Chofard (102)
4o -Pablo Martins (65)
5o – Alexandre J£nior (63)