Mudanças no MotoGP para 2012

Mudanças no MotoGP para 2012

Mudanças no MotoGP para 2012

O Presidente da FIM, Vito Ippolito, e o Director Executivo da Dorna Sports, Carmelo Ezpeleta, confirmaram a alteração da capacidade dos motores que entrará em vigor na época de 2012.

Os membros da Comissão de Grandes Prémios voltaram a reunir-se hoje em Genebra, na sede da FIM, para discutirem os futuros desenvolvimentos do Campeonato do Mundo de MotoGP para o futuro.

Após conversas com a entidade reguladora do MotoGP, a FIM, os detentores dos direitos, a Dorna Sports, e a MSMA, a Comissão acordou mudar a capacidade máxima dos motores da classe de MotoGP para 1000cc a partir da época de 2012. Será também introduzido um limite de 4 cilindros, com um diâmetro máximo 81mm.

Vito Ippolito disse: – As principais mudanças que acordámos dizem respeito à classe de MotoGP. Vamos ter motores de 4 cilindros, a 4 tempos, é claro, com uma capacidade máxima de 1000cc e com um diâmetro dos cilindros de 81mm. Esta base dará aos construtores a oportunidade de começarem a trabalhar. No início do próximo ano vamos fazer os novos regulamentos de forma mais completa, mas isto é a base; 2012 será um ano de nova era no MotoGP.-

Carmelo Ezpeleta afirmou: -Foi uma reunião muito importante para decidir o futuro da classe de MotoGP. A partir de 2012 as motos vão ter uma capacidade de motor de 1000cc, até quatro cilindros e o diâmetro máximo será de 81mm. É uma medida muito importante porque com isto podemos ter todas as características do motor. Isto foi aprovado e entre agora e o início da época de 2010 teremos mais duas reuniões para definir o resto das especificações desta nova classe.-

Calendário das mudanças de motores nos últimos anos:

2002 – Introdução das 990cc a 4 tempos de MotoGP (em vez das 2 tempos de 500cc).
2007 – Capacidade máxima do motor alterada de 990cc para 800cc.
2009-2010 – Máximo de motores a utilizar (seis por piloto em 2010).
2012 – Capacidade máxima do motor aumentada para 1000cc, com limite de 4 cilindros e um diâmetro máximo de 81mm.

Várias pequenas alterações ao regulamento técnico serão também anunciadas para 2010, bem como mais regulamentos relacionados com a nova classe de Moto2.