O programa Rallyteca do Piocerá 2015 distribuiu 10.000 livros em comunidades carentes

Muito mais que um rali, Piocerá 2015 é sinônimo de solidariedade

Por onde passou, o Rally Piocerá 2015 deixou sua marca nas trilhas e nas comunidades carentes de mais de dez cidades e povoados dos Estados do Piauí e Ceará. A competição, realizada entre os dias 25 a 30 de janeiro, reuniu mais de 500 participantes, que fizeram contribuições de mais de 5 toneladas de alimentos não perecíveis que foram doados à APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Teresina. Também na capital piauiense, a equipe Arapongas Rally Team, do Rio de Janeiro, promoveu o “Boca na Trilha”, com palestra e distribuição de 350 kits de higiene bucal, no bairro Santa Tereza.

O programa Rallyteca do Piocerá 2015 distribuiu 10.000 livros em comunidades carentes

O programa Rallyteca do Piocerá 2015 distribuiu 10.000 livros em comunidades carentes

Durante o segundo dia de prova, o povoado de Cajueiro, no município de Milton Brandão (PI), recebeu a equipe do “De Olho na Trilha”. Há três anos, o Rally Piocerá, em parceria com a Óptica Jockey, de Teresina (PI), oferece consultas oftalmológicas gratuitas, além da doação de óculos. A novidade que fez grande sucesso na edição 2015 foi a “Rallyteca”. Iniciativa da ADI Produtora e do Instituto Saber e Ler, empresas parceiras de São Paulo, o projeto distribuiu até o final do rali 10 mil livros, todos novos, para bibliotecas de escolas públicas, entidades e comunidades.

logo_piocera_miniA Secretaria Municipal de Educação de Teresina recebeu 2.000 livros. Cerca de 500 exemplares foram entregues nas cidades de Altos (PI), Campo Maior (PI), no povoado da Bananeira e da Lagoa Sucurujú, também em terras piauienses. A ação continuou em Pedro II (PI). “Através da leitura, descobrimos o mundo, viajamos com os livros. E por isso, nós temos um projeto de leitura na APAE”, comenta Tia Neguinha, uma das responsáveis pela entidade.

Já no Ceará, as cidades de Crateús, Independência, Pedra Branca e Quixeramobim receberam mais de 4.000 livros. Em Quixadá foram 2.000 unidades para a Secretaria de Educação e para a biblioteca pública. Por fim, Beberibe ganhou 2.000. As entregas ocorreram tanto direto às instituições quanto de porta em porta. “É gratificante chegar ao final de mais um Piocerá com a sensação de dever cumprido, tanto com a prova quanto com todas essas ações sociais que realizamos ao longo desses dias. Nosso objetivo foi retribuir um pouco do apoio que as comunidades locais nos dão a cada ano. Estou muito feliz com o resultado de tudo isso”, diz Ehrlich Cordão, organizador do evento.

Separador_motos