Swian Zanoni, piloto da Equipe Honda Mobil no Mundial de MX.

MUNDIAL MX – Swian supera dores no pulso e completa etapa de Glen Helen (EUA)

Swian Zanoni, piloto da Equipe Honda Mobil no Mundial de MX.

Swian Zanoni, piloto da Equipe Honda Mobil no Mundial de MX.

San Bernardino (EUA) – O piloto da Equipe Honda Mobil, Swian Zanoni, superou as dores no pulso direito e terminou na 23ª colocação a segunda bateria da MX2 da terceira etapa do Campeonato Mundial de Motocross. A competição foi realizada neste domingo (15), na pista de Glen Helen, no estado da Califórnia (EUA). Esta foi a segunda prova disputada pelo brasileiro que integra o Projeto Internacional Honda Racing Brazil.

Na primeira bateria, apesar de perder duas posições na volta inicial, Swian se recuperou na segunda e conseguiu se manter em 26º. Mesmo incomodado com a dor, o brasileiro se manteve na corrida e fechou o circuito em 28º. “A pista estava um pouco pesada, choveu durante o dia e isso complicou um pouco a corrida. Também senti dor no pulso, o que dificultou a minha volta e prejudicou um pouco o desempenho”, diz Swian.

Na segunda prova do dia, o brasileiro mostrou mais uma vez superação. Swian largou na 24ª colocação e sustentou a posição pelas três primeiras voltas. No decorrer da prova, o piloto sofreu uma pequena queda e na nona volta chegou ao 23º lugar, mantendo a posição até o final da corrida. “A pista estava melhor, mas esburacada. Foi um pouco mais fácil, apesar da largada ter sido bem embolada, o que atrapalhou um pouco. No final, consegui tirar um pouco da diferença e o preparo físico foi importante para manter a posição”, conta o piloto.

Swian mostra evolução a cada etapa do Mundial de Motocross e quer se recuperar da lesão no pulso para chegar bem na próxima etapa da competição, que será no Brasil, no próximo fim de semana (21 e 22), em Indaiatuba (SP). “A experiência de estar em um campeonato mundial está sendo muito boa. Sinto que estou melhorando a cada prova. Agora quero me recuperar dessa lesão e chegar 100% para correr em cada”, completa o mineiro.

A liderança da categoria MX2 do Mundial de Motocross segue com o alemão Ken Roczen. O holandês Jeffrey Herlings está em segundo e o britânico Tommy Searle, em terceiro.