mv_dragster_destaque

MV Agusta Brutale 800 Dragster

Após a introdução da Rivale 800, a MV Agusta segue aproveitando a mesma base tecnológica para desenvolver e apresentar novas opções ao mercado mundial. Com esta Brutale 800 Dragster a marca italiana quer colocar na prática o que todos os motociclistas chamam de “diversão e paixão” sobre duas rodas. Segundo a fábrica, a linha Brutale de 3 cilindros – 675 e 800 – caracteriza-se pelo grande desempenho, levesa e com total controle, além do design diferenciado e agressivo.

MV Brutale Dragster: variações do mesmo tema

MV Brutale Dragster: variações do mesmo tema

O motor destaca-se pelo baixo peso (52 kg) e pela grande elasticidade com baixo consumo, com uma curva de torque que está distribuída de maneira uniforme. Dentre as principais características técnicas desta compactação do motor, está a integração total dos circuitos de água e óleo e das respectivas bombas de água e óleo, o sistema de contra-rotação do virabrequim, que reduz a inércia durante mudanças de direção e melhora sensivelmente a maneabilidade da moto.

A potência máxima deste motor é de 125 cv e é alcançada a 11.600 rpm, enquanto o torque máximo de 8,2 kgfm surge a 8.600 rpm. O câmbio é de 6 velocidades para permitir que o motociclista possa imprimir ritmo esportivo, se desejar.

A "escola" italiana de fazer motos está na alma desta moto

A "escola" italiana de fazer motos está na alma desta moto

Os novos CIVM (Motor & Vehicle Integrated Control – Controle Integrado do Veículo e do Motor), que comanda praticamente toda a moto está presente nesta 3 cilindros também. Esta gestão totalmente integrada permite ao piloto através dos instrumentos e dos interruptores no guidão fácil ajuste de vários parâmetros configuráveis, como o ajuste de torque com 4 mapeamentos diferentes (Esporte , Normal e Chuva) e um quarto que o piloto pode definir dentro dos limites estabelecidos, a resposta do motor (potência), a força do motor (torque), a sensibilidade do acelerador, o controle de tração de 8 níveis (que pode ser desativado ) entre outras funcionalidades.

Entre-eixos curto e levesa: o resultado é muita agilidade

Entre-eixos curto e levesa: o resultado é muita agilidade

A configuração do quadro mantém a mesma plataforma as naked de 3 cilindros da MV Agusta, com uma estrutura trelicada em aço tubular complementados por placas de liga leve de alumínio. Esta combinação faz parte do conceito para ganhar flexibilidade na concepção de quadros especialmente desenvolvidos para cada modelo, sem tirar a essência do projeto original. Na frente a seção tubular emprega uma liga de aço extremamente leve, mas que proporciona excelente rigidez especialmente nas áreas mais sujeitas ao stress, como o canote da direção. As placas de liga de alumínio fecham a estrutura na parte de trás e são apoiadas no monobraço oscilante.

A pequena distância entre eixos de 1.380 milímetros oferece grande equilíbrio e estabilidade. Outra característica que ajuda é a presença dos pneus Pirelli Diablo Rosso II, com o pneu traseiro de 200mm de largura e um “ombro” de 50mm. As suspensões são totalmente ajustáveis​​, permitindo a personalização das configurações de acordo com o gosto e necessidade do piloto. Na dianteira a suspensão é Marzocchi é invertida (up side down) com diâmetro de 43mm e 125 mm de curso, Já na traseira o amortecedor traseiro Sachs também permite ajustes e o curso é 125 mm de curso. Equipada com freios Brembo, o sistema inclui um par de discos de 320mm com pinças de 4 pistões na dianteira e um disco de 220mm com pinça de 4 pistões na traseira.

Ficha Técnica MV Agusta Brutale 800 Dragster

Ficha Técnica MV Agusta Brutale 800 Dragster