Campeonato de Mundial de MX3 será extinto em 2014

MX – Piloto da casa está de olho na liderança da MX3

Foto: A 5¦ etapa do Brasileiro acontece em Cianorte, PR

Foto: A 5¦ etapa do Brasileiro acontece em Cianorte, PR

Nico Rocha conta com a torcida paranaense para levar a melhor na categoria que re£ne os pilotos mais experientes; Quinta etapa do Brasileiro de Motocross ser  realizada neste final de semana em Cianorte

SÆo Paulo (SP) – Est  tudo pronto para a quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, que ser  realizada neste final de semana em Cianorte, a 518 quil“metros de Curitiba (PR). E os pilotos da casa esperam contar com a ajuda da torcida para conquistar bons resultados. Este ‚ o caso de Nico Rocha, vice-l¡der da MX3, que re£ne os pilotos mais experientes. Os treinos livres e cronometrados serÆo realizados no s bado, sendo que, no domingo, haver  as corridas para outras quatro categorias: MX1, MX2, 85cc e 65cc. O acesso ao evento ‚ livre, sendo que os ingressos para as arquibancadas custam cinco reais.

Todo o apoio da torcida ser  fundamental para Nico, que ‚ de Londrina, cidade localizada a 170 quil“metros de Cianorte. Mas o caminho at‚ a lideran‡a nÆo ser  nada f cil. Al‚m d! e mostrar um bom desempenho, o piloto ter  de torcer para que o catarinense Milton Becker, o Chumbinho, atual campeÆo brasileiro e l¡der da MX3, nÆo some muitos pontos. “Espero subir ao p¢dio e continuar forte na briga pelo t¡tulo. Para isso, quero usar a cabe‡a e contar com o incentivo do p£blico”, comentou Nico. Ele possui 70 pontos, 11 a menos que Chumbinho.

A pista de Cianorte ‚ velha conhecida do londrinense, que, em 2004, sentiu-se instigado a voltar a competir ap¢s assistir uma corrida no local. Ele estava parado h  sete anos. “Acabei voltando …s pistas em 2005. E, na temporada passada, fiquei em primeiro lugar em Cianorte”, lembrou Nico, analisando o circuito. “A pista ‚ diferenciada, pois ‚ travada e exige muita t‚cnica dos pilotos. Al‚m disso, o piso tem areia e vai ser necess rio muito preparo f¡sico para manter o f“lego at‚ o final da corrida”, avisou.

Outro paranaens! e que te m sido destaque no Brasileiro de Motocross ‚ Leandro Nunes da Silva, de Curitiba. Ele est  na ponta da categoria MX2 com 90 pontos. Nas demais categorias, os l¡deres sÆo o mineiro Ant“nio Jorge Balbi J£nior (MX1), com 75; o paulista Eduardo Ferreira de Lima (85cc), com 85; e o mato-grossense Cezar Augusto Zamboni (65cc), com 49.

O Brasileiro tem oito etapas no total e passar  ainda por Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Goi s. As etapas iniciais foram realizadas e! m SÆo Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Esp¡rito Santo.

Programa‡Æo – Dia 29/7 – Treinos Livres
MX3 – das 9h30 …s 9h55
85cc – das 10h05 …s 10h25
65cc – das 10h35 …s 10h55
MX2 – das 11h05 …s 11h30
MX1 – das 11h40 …s 12h05

Treinos Cronometrados – MX3 – das13h20 …s 13h50
85cc – das 14h …s 14h20
65cc – das 14h30 …s 14h50
MX2 – das 15h …s 15h30
MX1 – das 15h40 …s 16h10

Dia 30/7 – Treinos de largada / Warm Up
MX3 – das 9h …s 9h13
85cc – das 9h20 …s 9h33
65cc – das 9h40 …s 9h53
MX2 – das 10h …s 10h13
MX1 – das 10h20 …s 1! 0h33

Baterias – MX3 – 11h30 (30 minutos mais duas voltas)
65cc – 12h20 (15 minutos mais duas voltas)
85cc – 13h (20 minutos mais duas voltas)
MX2 – 13h50 (30 minutos mais duas voltas)
MX1 – 14h40 (30 minutos mais duas voltas)