Não recomendamos motos, Leia o Manual, Perdas da transmissão, Carburação da Husky

Olá Bitenca! Questionei outro dia com você sobre a equiparação dos produtos da Yamaha e da Honda. Lembra? Pois é, você me norteou e já estou de Yamaha nova, uma Lander. Muito obrigado. Abraço! Jonny, 35, Florianópolis, SC

R: Jonny, não é nosso papel nortear a compra de nossos leitores, não queremos correr esse risco. Os produtos falam por si e nossa tarefa é divulgar as suas características para que o leitor, verifique onde atende as suas expectativas e tome a sua decisão. Essa foi a minha atitude também contigo, espero que a sua decisão tenha sido a melhor possível dentro dos seus requisitos e análises. Abraços.

A minha dúvida é quanto a regulagem ideal da embreagem, se o melhor é mais alto ou mais baixa, existe o risco de desgaste no conjunto em uma dessas situaçoes ? Por ex. embreagem alta com a moto rodando sem a embreagem estar acionada pode forçar os discos ? desgastar sem estar acionada ? Grato Fabricio, 27, Monte Alto, SP.

R: Fabrício, a regulagem correta é aquela que a fábrica recomenda. Normalmente nem alta nem baixa. Deve-se ter uma folga de uns 10mm na ponta do manete até que sinta o cabo ou o hidráulico acionar a alavanca interna. Ao sair da imobilidade verifique se o ponto de deslizamento está na metade (aproximadamente) do curso do manete. Normalmente essa é a forma correta de funcionamento da embreagem, mas para a sua moto especificamente, verifique no seu manual. Abraços.

Bom dia… gostaria de saber se voces podem me informar qual tipo de relação e a sua respectiva porcentagem de perda para potencia da moto corrente perde = % cardan perde = % correia perde = % grato Wilson, 47, Santo André, SP.

R: Wilson, não podemos especificar um valor porcentual como você sugere, pode haver um número muito grande de variáveis que se torna impossível até identificar. O eixo cardan perde mais por se ter que virar o sentido de rotação em 90 graus para tracionar a roda por meio de uma coroa e um pinhão ou rosca sem fim. Se o motor for como os da BMW boxer ou Guzzi que giram no sentido longitudinal da moto essa perda se dá uma única vez, mas se o motor tiver o seu eixo virabrequim transversal essa perda se dará mais de uma vez, uma para tracionar o eixo da transmissão e outra para virar a roda, como no caso das Customs V2 com cardan.
Muito perto uma da outra estão as correias dentadas e correntes. Ambas fazem um acoplamento da transmissão ao motor praticamente sem perdas. Abraços.

Caro amigo, peço a gentileza de me informar alguns detalhes quanto à uma revisão feita na minha moto: Foi substituída a biela e anéis de uma husqvarna wr 360 devido à quebra da gaiola inferior. Quando o mecânico montou ficou muito bom o funcionamento exceto à marcha lenta. Ocorre que só funciona quando controlada no acelerador, se solta apaga imediatamente.
Me falaram que o motor está “justo” e após algumas trilhas isto será normalizado.
Que prognóstico você pode me indicar a respeito? Abraço Marcelo, 39, Uberaba, SP

R: Marcelo, acho que simplesmente seu carburador precisa ser regulado na marcha lenta, há até quem prefira de usar a moto dessa forma na trilha, eu particularmente não. O parafuso de regulagem do pistonete da sua moto está ao lado do botão do afogador e o parafuso de ar está perto da entrada da mangueira de gasolina e você pode regulá-lo com uma chave de fenda comum. Siga as instruções de como regular a lenta na matéria carburação 2 que você resolve o problema. Mas não se esqueça que o seu motor está amaciando, use uma mistura um pouco mais carregada de óleo e vá com calma na rotação do motor, não permaneça acelerado por longos períodos. Abraços,