NGK destaca a importância da manutenção das velas de ignição em motocicletas

NGK destaca a importância da manutenção das velas de ignição em motocicletas

NGK destaca a importância da manutenção das velas de ignição em motocicletas

Empresa fornece também velas e terminais supressivos para a nova Honda Titan Mix

As motocicletas se consolidaram como um meio de transporte rápido e econômico, principalmente como uma alternativa para o trânsito dos grandes centros urbanos. Porém, o seu bom funcionamento depende de manutenções periódicas e realizadas em uma oficina de confiança. A NGK, principal fabricante e especialista em velas de ignição no mundo, alerta para os cuidados com as velas de ignição de motocicletas, que devem ser verificadas a cada 3 mil quilômetros ou de acordo com a especificado no manual do fabricante.

Uma vela de ignição no fim de sua vida útil pode interferir na partida, rendimento do motor, correta emissão de poluentes e consumo de combustível. Por conta disso, quando o motociclista perceber alteração em qualquer um destes aspectos, deve procurar um mecânico para uma revisão não só no motor, mas também nas velas de ignição. Uma vela danificada, pode até cumprir seu papel no funcionamento do motor, mas sobrecarregará o sistema de ignição, consumindo mais energia e danificando outros componentes, além de ocasionar os problemas já citados acima.

“O motociclista deve se conscientizar que o custo da manutenção preventiva é inferior ao custo da substituição de componentes avariados por conta do desgaste excessivo das velas de ignição. Além disso, é possível evitar panes repentinas, que atrapalham o trânsito e põem em risco a segurança dos condutores”, afirma Ricardo Namie, chefe da Assistência Técnica da NGK.

A empresa alerta também para fatores externos, que podem interferir na vida útil das velas de ignição, como forma de condução e procedência do combustível. Na avaliação do mecânico, caso seja necessária a troca das velas, o consumidor deve sempre utilizar o modelo de vela especificado no manual proprietário e exigir nota fiscal.